Politica

Bolsonaro anuncia adiamento do Enem

O exame seria realizado no mês de novembro em todo o país

Ingrid Soares
postado em 20/05/2020 16:00
O exame seria realizado no mês de novembro em todo o paísO presidente Jair Bolsonaro anunciou nas redes sociais nesta quarta-feira (20/05) o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame seria realizado no mês de novembro em todo o país. Segundo ele, a decisão foi tomada em conjunto com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, por conta da pandemia do novo coronavírus.

;Por conta dos efeitos da pandemia de COVID-19 e para que os alunos não sejam prejudicados pela mesma, decidi, juntamente com o Presidente da Câmara dos Deputados, adiar a realização do ENEM 2020, com data ser definida;, escreveu.

[VIDEO1]

Em nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) informaram que decidiram pelo adiamento da aplicação do exame nas versões impressa e digital. As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais.

;Para tanto, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio;, diz um trecho do documento divulgado.

Mais cedo, na saída do Palácio da Alvorada, Bolsonaro havia dito que era melhor "esperar um pouquinho mais" para definir sobre o adiamento ou não da aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em razão da crise do covid-19.

[SAIBAMAIS];A prova do Enem, que alguns querem adiar, acho que temos que ouvir os que vão fazer a prova", apontou o chefe do Executivo.

Uma apoiadora então disse que faria a prova e Bolsonaro questionou: "Você quer adiar ou quer deixar em novembro mesmo?". A mulher então rebateu: ;Acho que seria melhor adiar".

"Adiar para quando? Depois que você adia, você não sabe quando. Opinião minha. Tem pedidos da Câmara, da presidência da Câmara. Parlamentares querem adiar, outros não. Eu te pergunto: a eleição vai ser adiada também? Vamos esperar um pouquinho mais. É muito cedo. Estamos agora em maio, é só em novembro. Espera um pouquinho mais para tomar a decisão", concluiu.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação