Publicidade

Correio Braziliense

Bolsonaro recebe youtubers "de direita" após divulgação de vídeo

Os influenciadores devem participar de manifestação em apoio ao governo neste domingo, 24, a partir das 10h


postado em 23/05/2020 12:52

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)
O presidente Jair Bolsonaro recebeu na manhã deste sábado (23/5), no Palácio da Alvorada, um grupo de youtubers de perfil pró-governo. O encontro também contou com a presença das deputadas Carla Zambelli (PSL-SP) e Bia Kicis (PSL-DF). A visita dos youtubers, que não constava da agenda oficial do presidente, ocorre após a liberação pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), do sigilo da reunião ministerial do dia 22 de abril, apontada como prova pelo ex-ministro Sergio Moro de possível interferência de Bolsonaro na Polícia Federal (PF). O vídeo da reunião veio a público ontem, após a decisão do STF.

Ao Broadcast Político, Zambelli afirmou que os influenciadores comentaram sobre o vídeo no café da manhã com o presidente e apresentaram a impressão que seus seguidores tiveram. "Não teve uma impressão negativa sobre o vídeo na visão desses youtubers porque o público deles é bolsonarista", disse. E acrescentou: "Assim, é o que todo mundo está falando. Esse vídeo praticamente reelegeu o presidente antecipadamente."

O vídeo da reunião do dia 22 de abril mostra Bolsonaro cobrando mudanças no governo e fazendo pressão sobre Moro e demais auxiliares. No encontro, o presidente afirma que já havia tentado trocar "gente da segurança nossa no Rio de Janeiro", e que não teria conseguido.
 
"E isso acabou. Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence à estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira", disse o presidente da República na ocasião.
 
O presidente ainda defendeu o armamento da população como uma forma de impedir a ditadura no País e criticou governadores pela política de isolamento social.

Os influenciadores devem participar de manifestação em apoio ao governo neste domingo, 24, a partir das 10h. "Os youtubers combinaram que nesta semana eles viriam (para a manifestação)." Atos pró-governo aos finais de semana têm sido comuns em Brasília. O presidente inclusive costuma comparecer às manifestações.

Como revelou o Estadão, no último domingo (17), Bolsonaro fez chegar aos líderes do ato de apoio ao seu governo um pedido para que evitassem faixas e palavras de ordem contra o STF e o Congresso. Em ocasiões anteriores, o chefe do Executivo foi criticado por participar de protestos que pediam o fechamento do Supremo e do Congresso.

Na saída do Alvorada, Zambelli e Bia Kicis pararam para falar e tirar fotos com apoiadores. No Twitter, Bia Kicis publicou uma foto do presidente com as parlamentares e sete Youtubers.

"Encontro do Presidente @jairbolsonaro com YouTubers de direita. Todos felizes por conhecerem finalmente o Presidente que apoiam DE GRAÇA", escreveu Bia Kicis. A parlamentar do DF, deixou o Palácio na companhia do youtuber Allan Frutuoso, do canal Vista Pátria.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade