Publicidade

Correio Braziliense

Datafolha: governo Bolsonaro é ruim ou péssimo para 43% dos brasileiros

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira (28/5) indica crescimento da rejeição do presidente da República. Por outro lado, ele mantém base de apoio, com 33% de aprovação


postado em 28/05/2020 15:03

(foto: ISAC NOBREGA/AFP)
(foto: ISAC NOBREGA/AFP)
Uma nova pesquisa divulgada nesta quinta-feira (28/5) pelo instituto Datafolha, do jornal Folha de S. Paulo, revelou que o presidente Jair Bolsonaro tem 43% de rejeição dos brasileiros. Segundo a pesquisa, esse é o maior percentual de desaprovação de Bolsonaro desde que ele assumiu o mandato, no ano passado.

Antes, o recorde de pessoas que consideravam a gestão do chefe do Palácio do Planalto como ruim ou péssima era de 38%, registrado em abril. Na comparação com o levantamento do último mês, o índice de aprovação do mandatário não sofreu mudanças, permanecendo em 33%. Por outro lado, a estatística de quem define o seu governo como regular baixou de 26% para 22%.

De acordo com o Datafolha, 2.069 pessoas responderam à pesquisa deste mês, que foi feita por telefone na segunda-feira (25/5) e na terça-feira (26/5). A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais.

"O governo Bolsonaro é mais reprovado, proporcionalmente, entre homens (41%) do que mulheres (46%). Entre os jovens de 16 a 24 anos, 49% reprovam a gestão atual, índice que cai para 40% na faixa intermediária, de 35 a 44 anos, e fica em 4e% entre os mais velhos, com 60 anos ou mais. Nessa parcela dos mais velhos a reprovação ao governo subiu 11 pontos desde o último levantamento, de 32% para 43%. No segmento de 16 a 24 anos a alta foi de oito pontos (de 41% para 49%), e nas demais variou de dois a três pontos percentuais", diz o relatório da pesquisa.

Devido à divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril na última sexta-feira (22/5), o Datafolha mapeou o índice de rejeieção e aprovação de Bolsonaro entre as pessoas que assistiram à gravação. De acordo com o levantamento, 53% dos que viram pelo menos um trecho da fita reprovam o governo, enquanto 31% aprovam.

O instituto ainda mediu a popularidade do presidente a partir do comportamento adotado pelos entrevistados em meio à pandemia do novo coronavírus. "Entre aqueles que dizem estar levando uma vida normal, 53% aprovam a gestão Bolsonaro, e 22% reprovam. Na fatia da população que está tomando cuidado mais ainda saindo de casa, a aprovação ao governo fica em 40%, em patamar similar à reprovação (37%). Entre aqueles que estão saindo de casa só quando é inevitável, 30% aprovam o governo, e 48% reprovam. Na parcela dos que declaram estar totalmente isolados a aprovação cai para 24%, e a reprovação fica em 50%", constatou o Datafolha. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade