Politica

Operação Escobar: PF conclui inquérito e indicia seis

Os indiciados vão responder pelos crimes de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça

Estado de Minas
postado em 10/06/2020 14:30

Polícia federalA Polícia Federal informou nesta quarta-feira que concluiu o inquérito da Operação Escobar. Foram indiciados seis acusados: a irmã do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG), Andrea Neves, dois escrivães da corporação, dois advogados e um empresário por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução de Justiça.

O inquérito segue agora para o Ministério Público Federal, que irá definir se cabe oferecer denúncia à Justiça para julgamento. Nesse caso, os indiciados se tornam réus e vão responder pelos crimes apontados pela Polícia Federal.

Segundo o inquérito da PF, presidido pelo delegado Rodrigo Morais Fernandes, o empresário Pedro Lourenço recebia informações sigilosas de investigações da corporação a partir de conversas com o advogado Ildeu da Cunha Pereira, que morreu em fevereiro deste ano.

Também de acordo com a PF, Andrea recebeu documentos da corporação, obtidos pelo advogado Carlos Alberto Arges. Os vazamentos ocorriam através dos escrivães da Polícia Federal, Márcio Antônio Marra e Paulo Bessa.

Conforme a PF, Andrea e Lourenço teriam se beneficiado, impedindo ou embaraçando investigações relacionadas a organizações criminosas nas quais são alvos de investigação por envolvimento ou que tinham interesse.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação