Politica

Toffoli: ''Ataque a todas as instituições democraticamente constituídas''

Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) se manifestou sobre o ato de bolsonaristas que soltaram fogos em direção à Corte

Bruna Lima
postado em 14/06/2020 17:53
Dias ToffoliO presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, criticou, neste domingo (14/6), o ato organizado pelo grupo bolsonarista "300 do Brasil" em que os manifestantes soltaram fogos de artifício em direção ao prédio da Corte e chamaram os ministros de bandidos. "O Brasil vivenciou mais um ataque ao Supremo Tribunal Federal, que também simboliza um ataque a todas as instituições democraticamente constituídas", lamentou Toffoli.

Em vídeos gravados pelos apoiadores e distribuídos nas redes sociais, um dos membros esbraveja: ;É o povo, seus comunistas, seus bandidos; Está entendendo o recado?;, diz, fazendo menção ao barulho dos fogos apontados diretamente para o STF. A ação ocorreu na noite de sábado (13/6), como uma reação à ação da Polícia Militar do DF que havia desmontado, mais cedo, o acampamento dos 300 na Esplanada. Nos vídeos, um ativista diz: ;(Estamos) em frente aos bandidos do STF. Isso é para mostrar para eles e para o bandido do GDF: não vamos arregar;.
[SAIBAMAIS]Toffoli acusa o ato de antidemocrático e de ser financiado ilegalmente e ter o estímulo de integrantes do próprio Estado. "O Supremo jamais se sujeitará, como não se sujeitou em toda a sua história, a nenhum tipo de ameaça, seja velada, indireta ou direta e continuará cumprindo a sua missão", diz em nota.

Além de repudiar as condutas, afirmou que irá recorrer a "todos os remédios, constitucional e legalmente postos" para defender a instituição e seus membros, bem como a manutenção da democracia brasileira.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação