Politica

Bolsonaro volta a ameaçar o STF

postado em 18/06/2020 04:03
O presidente Jair Bolsonaro até hoje não repudiou o foguetório que seus apoiadores dispararam contra o Supremo Tribunal Federal (STF), no último sábado, mas não levou 24 horas para criticar a Corte por autorizar as operações de terça-feira que miraram seus apoiadores e parlamentares pró-governo. Novamente em tom de ameaça, disse que ;está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar;, mas sem dizer exatamente o que pretende fazer.

Ao reclamar do Supremo pelas redes sociais, quando classificou os mandados de busca e apreensão e quebras de sigilo bancário de políticos próximos a ele como ;abusos; e ;ataques concretos;, Bolsonaro disse que não poderia ;fingir naturalidade diante de tudo que está acontecendo; e contribuir para a destruição da democracia.

O recado chegou ao presidente do STF, Dias Toffoli, durante a cerimônia de posse do ministro das Comunicações, Fábio Faria. Fitando o ministro, Bolsonaro disse que ;o povo é que dá o nosso norte, é que nos inspira pela democracia e, acima de tudo, a liberdade;.

Aos apoiadores, o presidente deu a entender que espera o momento para contra-atacar. ;Têm abusos acontecendo. Mas, o importante é que as mídias sociais, hoje em dia, mostram a verdade. Brevemente tudo estará resolvido. Pode ter certeza. É igual uma emboscada. Você tem que esperar o cara se aproximar;, observou.

Apesar de garantir que não será o primeiro a ;chutar o pau da barraca;, Bolsonaro deixou claro que ;eles estão abusando;. ;Está a olhos vistos. O ocorrido no dia de ontem (terça-feira), quebrando sigilo de parlamentar, não tem história vista numa democracia, por mais frágil que seja. Está chegando a hora de tudo ser colocado no devido lugar;, bradou.

Houve repercussão entre os parlamentares. Para o deputado federal Fábio Trad (PSD-MS), ;o autoritarismo grita e esbraveja, mas quem decide os conflitos é o Poder Judiciário. Portanto, a democracia é que tem que enquadrar o autoritarismo, não o contrário;. Já o deputado Marcelo Ramos (PL-AM) lembrou que ;tudo está no devido lugar;. ;Toda vez que um Poder invade a atribuição de outro, ou se inconforma fora das regras democráticas, aí assim as coisas desarrumam;, alertou.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que ;não há espaço para bravatas ideológicas absurdas quando são vidas pagando o preço;, afirmou, lembrando que o país vive uma pandemia.

;Brevemente tudo estará resolvido. Pode ter certeza. É igual uma emboscada. Você tem que esperar o cara se aproximar;
Jair Bolsonaro, presidente da República

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação