Politica

Cachorro adotado por família Bolsonaro tinha dono e será devolvido

O reencontro entre o antigo dono e o cãozinho só foi possível devido ao grande sucesso do animal nas redes sociais

Luiz Henrique Campos*/Estado de Minas
postado em 30/06/2020 15:38
 (foto: reprodução )
(foto: reprodução )
O reencontro entre o antigo dono e o cãozinho só foi possível devido ao grande sucesso do animal nas redes sociaisA estadia do cachorro Augusto Bolsonaro no Palácio do Planalto se encerrou nesta terça-feira (30). O cão que havia sido resgatado nos fundos da sede do Executivo Federal, em 18 deste mês, e adotado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro no dia seguinte, voltará para a casa do antigo dono. O reencontro só foi possível devido o sucesso do animal nas redes sociais.

Na manhã desta terça-feira, a primeira-dama, que, na descrição do perfil do cachorro no Instagram se coloca como a mãe de Augusto, deixou uma mensagem de despedida na última publicação da página.
[VIDEO1]
;Meu amor, vamos sentir saudades de tudo com você;, escreveu a mulher do presidente Jair Bolsonaro.

[SAIBAMAIS]Antes de ser resgatado pela primeira-dama nos jardins do Palácio do Alvorada, o cãozinho da raça pastor-maremano, conhecida por ter aptidão para guardar e defender o gado, passou um dia em um lar temporário.
Lá, foram feitos anúncios nas redes sociais com o intuito de encontrar o dono do animal, que não foi localizado na época. Quando Michelle o encontrou, ele estava com uma coleira.
*Estagiário sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação