Politica

Padre chama Bolsonaro de bandido: Quem votou nele deve se confessar

Padre passou o sermão durante a homilia em sua igreja

Estado de Minas
postado em 05/07/2020 19:56
 (foto: Reprodução/Youtube)
(foto: Reprodução/Youtube)
Padre passou o sermão durante a homilia em sua igrejaO padre Edson Adélio Tagliaferro, da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores, na cidade de Artur Nogueira, interior de São Paulo, passou um sermão em sua homilia e disse aos fiéis que votaram em Jair Bolsonaro que eles deveriam se confessar.

[VIDEO1]

;Vocês querem que eu fale aquilo que todo mundo fala, que não deixam ele trabalhar? Não! Bolsonaro não presta. Bolsonaro não vale nada. E quem votou nele devia se confessar, pedir perdão a Deus pelo pecado que cometeu, porque elegeu um bandido para presidente;, pregou o pároco.

[SAIBAMAIS]Adélio se posicionou e ainda frisou que o padre deve, sim, falar sobre o assunto na homilia. "Muitas pessoas dizem: padre, cuidado com o que você fala na homilia porque tem gente que não gosta. Ué, o que a gente tem que falar na homilia, senão aquilo que Deus nos pede para falar. Se a gente tá vendo que o governo não presta, o padre não pode falar que o governo não presta porque o povo não quer ouvir isso?;, perguntou.

Além de Bolsonaro, o padre ainda lembrou que o Ministério da Saúde segue sem um titular. "Nós ainda não temos ministro da Saúde.;

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação