Politica

Morre Alfredo Sirkis, ex-deputado e jornalista, aos 69 anos

Sirkis foi jornalista, escritor e roteirista de TV e cinema brasileiro, gestor ambiental e urbanístico e parlamentar

Fernanda Strickland*
postado em 10/07/2020 19:41
Sirkis foi jornalista, escritor e roteirista de TV e cinema brasileiro, gestor ambiental e urbanístico e parlamentarNa tarde desta sexta-feira (10/7), morreu Alfredo Sirkis, ex-deputado e jornalista, em um acidente de carro, no Arco Metropolitano, em Nova Iguaçu (RJ). O carro onde ele estava bateu em um poste e capotou. Sirkis tinha 69 anos e estava sozinho no carro

O ex-ministro do meio ambiente Carlos Minc conta que Sirkis estava a caminho de um sítio para se encontrar com a mãe e um dos filhos. Entre vários elogios, Minc diz que Sirkis deixa uma história bonita de vida. ;Nós, seus amigos, estamos todos devastados", afirma.

Sirkis foi jornalista, escritor e roteirista de TV e cinema brasileiro, gestor ambiental e urbanístico e deputado. Era o Diretor Executivo do think tank Centro Brasil no Clima (CBC). Ele foi também vereador em quatro mandatos, secretário municipal de urbanismo e presidente do Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos (IPP), entre 2001 e 2006, e secretário municipal de meio ambiente, entre 1993 e 1996, na cidade do Rio de Janeiro.

Iniciou o trabalho como jornalista, em Paris, em 1973, no recém-fundado jornal Liberation, contribuiu para a imprensa brasileira como repórter das revistas Veja (1982) e Istoé (1983) e colaborou com O Pasquim, Playboy, Jornal de Domingo e Shalom.

Elaborou diversos roteiros para a série Teletema, da TV Globo (1986-1987), como Maria Testemunha, Estrela do Mar, O russo desaparecido e a Mulata Esmeralda, O grande prêmio e A árvore mágica.
Ainda não há informações sobre o sepultamento de Alfredo Sirkis.

* Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação