Politica

Sem febre, Bolsonaro diz que está bem e deve fazer novo exame amanhã

O chefe do Executivo também falou do tratamento que vem fazendo com hidroxicloroquina. A entrevista foi concedida à CNN Brasil.

Ingrid Soares
postado em 13/07/2020 18:57
 (foto: AFP / Sergio LIMA)
(foto: AFP / Sergio LIMA)
O chefe do Executivo também falou do tratamento que vem fazendo com hidroxicloroquina. A entrevista foi concedida à CNN Brasil.Uma semana após o diagnóstico positivo para o coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta segunda-feira (13/7) que "está bem", sem febre e que deverá se submeter a um novo exame nesta terça-feira (14). O chefe do Executivo também falou do tratamento que vem fazendo com hidroxicloroquina. A entrevista foi concedida à CNN Brasil.

"Estou muito bem. Tive um pequeno problema na segunda-feira (6) com temperatura de 38;, um pouquinho de febre, um pouco de mal estar, canseira, um pouco de dor no fundo dos olhos e fui medicado às 17h. Tomei hidroxicloroquina, devidamente prescrita pelo médico. No dia seguinte, já estava bom, como estou até hoje. Hoje de manhã a gente faz um controle de ar. Estamos com temperatura sempre abaixo de 37;, saturação na média 98%, o sangue tem dado normal também. Tanto é que estou alternando agora a coleta de sangue e aguardo aqui. Amanhã está previsto, não sei se vai se confirmar, um novo exame, e se estiver tudo bem, a gente volta ao trabalho. Caso contrário, espera mais alguns dias. Febre zero. Só teve na segunda-feira, depois disso, sempre abaixo de 37;", apontou.

O exame que deverá ser feito pelo presidente é o de RT-PCR, tido como ;padrão ouro;.

;Vou fazer o PCR. É o mais preciso no momento e a resposta deve sair em poucas horas. Eu aguardo com bastante ansiedade porque eu não aguento essa rotina de ficar dentro de casa, é horrível. No mais, tudo bem. Aqui estamos despachando por videoconferência o tempo todo e estamos fazendo o possível para não deixar nada acumular nesses dias que eu estou aqui no Alvorada;, declarou.

Bolsonaro disse ainda que não sofreu perda de paladar, característica da doença. ;Não senti a perda de paladar. Tenho almoçado e jantado sem problemas, mas o paladar não ficou ausente não. Eu até estava preocupado com isso. É um dos sintomas que todo mundo diz que é um dos mais importantes, mas eu não senti, eu não perdi o paladar;.

Com a voz rouca e a respiração um pouco pesada, Bolsonaro diz que não sente dificuldades para respirar.

"Estou bem, estou tranquilo. Estou sem problemas. Gostaria até de dar uma caminhada, mas a recomendação é não fazê-lo;.

[SAIBAMAIS]O presidente relatou ainda que está isolado e instalado em um dos quartos da residência oficial. ;Estou num quarto grande, que é só meu. Estou sozinho lá quando não estou despachando.;

Também segundo o mandatário do país, há um planejamento efetivo para que ele não infecte outras pessoas.

;Tudo muito bem conduzido para que eu, em si não transmita para ninguém, siga todos os protocolos e aguarde o dia de retornar à atividade normal;.

Questionado se retornará na semana que vem, Bolsonaro respondeu que caso dependesse dele, voltaria ao trabalho. No entanto, aguardará o resultado dos próximos exames.

;Pelo que estou me sentindo, sim. Mas obviamente tenho que saber se eu tenho o vírus ainda ou não. Porque se eu voltar, eu posso transmitir para alguém. Então, enquanto não estiver livre do vírus, eu continuo aqui;, concluiu.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação