Politica

General Eduardo Ramos é transferido para a reserva remunerada do Exército

Com o ato, militar poderá participar mais ativamente das articulações políticas do governo

Renato Souza
postado em 16/07/2020 11:32
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Ramos é general quatro estrelas do ExércitoO general Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo, passou para a reserva remunerada do Exército. A mudança foi oficializada nesta quinta-feira (16/7), em publicação no Diário Oficial da União.

Ramos é general quatro estrelas do Exército e passou para a reserva com a finalidade de se envolver mais com a articulação política do governo do presidente Jair Bolsonaro. Ele é um dos principais defensores do Executivo nos bastidores e tem grande influência junto ao chefe do Executivo.

Em mensagem no Twitter, o militar, agora da reserva, fez o anúncio. "Completo 1 ano compondo o time do nosso presidente @jairbolsonaro, agora não mais na ativa, e sigo firme no compromisso de construir um Brasil digno para os brasileiros, com os mesmos valores conservadores do nosso Presidente", escreveu Ramos.

[VIDEO1]

Desconforto

Atualmente, existe um desconforto nas Forças Armadas com a presença de militares da ativa no governo. A avaliação é de que o envolvimento dos integrantes do Exército, Marinha e Aeronáutica está no limite.

Existe uma pressão para que o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, também passe para a reserva. O temor é de que sucessivas falhas nas políticas públicas, especialmente em relação a pandemia de coronavírus, desgaste a imagem das Forças Armadas perante a sociedade.

A pressão aumentou após o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticar a presença de militares na cúpula da pasta da saúde.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação