Politica

Justiça aceita denúncia e José Serra e a filha viram réus na Lava-Jato

Senador é acusado de lavagem de dinheiro nas obras do Rodoanel Sul, entre os anos de 2006 e 2014

Renato Souza
postado em 29/07/2020 18:57
José SerraO senador José Serra e a filha dele, Verônica Serra, viraram réus na Justiça Federal de São Paulo pela acusação de envolvimento em um esquema de recebimento de propina investigado no âmbito da operação Lava-Jato. De acordo com a denúncia, que foi aceita pelo Poder Judiciário, o parlamentar recebeu repasses ilegais para garantir contratos da construtora Odebrecht com órgãos públicos.

Serra foi prefeito de São Paulo, de 2005 a 2006, e governador do Estado entre 2007 e 2010. As investigações, conduzidas pela Polícia Federal apontan que ele foi alvo de pelo menos dois repasses de propina, sendo o primeiro pagamento de R$ 4,5 milhões e o segundo de R$ 23,3 milhões.

[SAIBAMAIS]A Polícia Federal destaca, no relatório enviado ao Ministério Público, que o parlamentar era identificado pelo codinome "Vizinho" nas planilhas de pagamentos ilegais da empreiteira. O apelido foi dado por conta de Serra morar próximo de Pedro Novis, seu principal contato na empresa.

A denúncia afirma que Serra e Verônica praticaram lavagem de dinheiro nas obras do Rodoanel Sul, por meio de remessas de recursos para o exterior, entre os anos de 2006 e 2014. Por ter mais de 70 anos, a prescrição dos crimes cai pela metade, e o senador não responderá pelos crimes cometidos antes de 2010.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação