Politica

Ministro da CGU, Wagner Rosário, testa positivo para covid-19

A informação foi divulgada pela pasta por meio de nota nesta sexta-feira (31/7)

Ingrid Soares
postado em 31/07/2020 18:37
A informação foi divulgada pela pasta por meio de nota nesta sexta-feira (31/7)O ministro da Controladoria Geral da União (CGU), Wagner Rosário, testou positivo para covid-19. Ele seguirá os procedimentos sanitários e continuará com as atividades de modo remoto. A informação foi divulgada pela pasta por meio de nota nesta sexta-feira (31/7).

;O ministro da Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner Rosário, testou positivo para a covid-19 nesta quinta-feira (30). Ele ficará em isolamento até novo teste e alta médica. Até lá, manterá as atividades de forma remota;, diz o documento.

Ele é o sexto servidor do alto escalão a ser diagnosticado com o vírus. O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, também informou no último dia 29 ter recebido diagnóstico confirmando que está com a doença. Ele comunicou que vai trabalhar em isolamento e seguirá despachando normalmente.

Antes dele, Milton Ribeiro, ministro da Educação, Onyx Lorenzoni, do Ministério da Cidadania, Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia também testaram positivo.

A primeira-dama Michelle Bolsonaro também testou positivo para o novo coronavírus ontem (30). Segundo a Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência, Michelle ;apresenta bom estado de saúde e seguirá todos os protocolos estabelecidos;.

Após o resultado do exame de Michelle, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, também informou ontem (30) por meio das redes sociais a realização do teste para a doença. A ministra se reuniu com Michelle no último dia (29), durante a 5; edição da campanha ;Mulheres Rurais, mulheres com direitos;. Ainda esteve presente a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que também se submeterá ao exame.

O teste positivo de Michelle ocorre após o presidente Jair Bolsonaro ter informado no último dia 7 que havia sido infectado pela doença. O chefe do Executivo passou cerca de 20 dias em quarentena, despachando por videoconferência no Palácio da Alvorada.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação