Publicidade

Correio Braziliense NUTRIÇÃO

A dieta da beleza

Os chamados alimentos funcionais, quando corretamente consumidos, têm essa vantagem: transformam o corpo sem comprometer a saúde


postado em 01/10/2010 18:45 / atualizado em 01/10/2010 21:42

Exemplo de alimentos funcionais(foto: Zuleika de Souza CB/D.A.Press)
Exemplo de alimentos funcionais (foto: Zuleika de Souza CB/D.A.Press)
Perder dois quilos, diminuir a numeração da calça jeans, resgatar aquela minissaia encostada no fundo do guarda-roupa é o sonho de muitas mulheres. Para ajudá-las a cumprir esse objetivo, as clínicas de estética oferecem drenagens linfáticas, massagens modeladoras, aparelhos estimuladores da circulação sanguínea e outras parafernálias. Nada disso, porém, dispensa uma boa reeducação alimentar, devidamente orientada por um profissional. A Revista conversou com nutricionistas que explicaram a influência dos chamados alimentos funcionais em tratamentos estéticos variados — do combate à flacidez ao controle das marcas de expressão.

Priscilla Baracat, nutricionista e especialista em cosmetologia e estética, dá a dica para quem busca diminuir a celulite e a gordura localizada. “Nesses casos, é importante aumentar a ingestão de água, substância fundamental para eliminar as toxinas. Chás estimulantes, como o de hibisco, o verde e o preto, assim como a pimenta, também são poderosos aliados, pois aceleram o metabolismo,” ensina.  Segundo ela, alimentos ricos em potássio também ajudam na redução de medidas porque diminuem a retenção hídrica. “Banana, damascos, figos e nozes são ótimas fonte do mineral,” exemplifica.

Para quem procura otimizar os resultados de tratamentos faciais, é necessário investir em uma alimentação rica em antioxidantes. “Um dos motivos para o envelhecimento cutâneo são os radicais livres.  As frutas vermelhas, assim como o kiwi, a laranja e as folhas verdes são ricos em vitamina C, que ajuda a eliminar os radicais livres e é indispensável nas reações metabólicas, como a produção de colágeno,” ensina. Segundo ela, as vitaminas do complexo B, presente no iogurte natural, no queijo cottage e nas amêndoas auxiliam no crescimento das células e na formação de elastina e colágeno.

Karla Montenegro trocou a gordura por massa muscular e fez as pazes com o corpo (foto: Rafael Ohana CB/D.A.press)
Karla Montenegro trocou a gordura por massa muscular e fez as pazes com o corpo (foto: Rafael Ohana CB/D.A.press)
Para a nutricionista funcional Gisleine Pereira o segredo de uma pele saudável e luminosa é manter um bom funcionamento digestivo. “Qualquer alteração no intestino tem reflexo imediato na pele. Constipação pode ocasionar acne e cravos. Nesses casos, a absorção de nutrientes fica comprometida. O resultado é uma pele sem brilho e sem vida.”

Para manter o intestino funcionando, a nutricionista recomenda o consumo de alimentos probióticos. Eles atuam estimulando o crescimento de bactérias benéficas para a flora intestinal. “Leite fermentado contém probióticos, mas eu costumo indicar o uso de polpa de banana verde ou a farinha da fruta. Quanto mais natural o alimento, mais rico ele é. Esses leites fermentados passam por processo de refinamento e perdem propriedades.”

De acordo com a nutricionista, alimentos que contêm zinco — entre eles, a sardinha e o salmão — devolvem a vitalidade aos cabelos e às unhas. Já para a manutenção da elasticidade da pele, Gisleine indica suplementos à base de enzima Q10, silício orgânico e colágeno. Ela explica que essas substâncias são raras in natura. “A romã é rica nesses elementos, mas é difícil de ser encontrada, além de cara.” Segundo ela, as proteínas magras também cumprem papel importante na manutenção da massa muscular.

Gisleine explica que, para emagrecer de forma saudável, não basta diminuir o tamanho das porções, mas levar em conta a qualidade do alimento. “Um erro muito comum cometido por quem quer perder peso é comer poucas vezes ao dia, o que provoca uma desaceleração do metabolismo. O ideal é fazer, no mínimo, 5 refeições diárias e, em todas elas, aliar sabor e nutrição. Só assim são garantidos os componentes necessários para emagrecer bem, sem perder massa magra e líquidos.”

O fim do efeito sanfona

Glênio Viana se reeducou alimentarmente para se adequar a uma rotina puxada de treinos(foto: Rafael Ohana CB/D.A.press)
Glênio Viana se reeducou alimentarmente para se adequar a uma rotina puxada de treinos (foto: Rafael Ohana CB/D.A.press)
A estudante Karla Montenegro, 27 anos, conta que malha desde os 15, mas sempre teve dificuldades para estabilizar o peso. “Eu fazia umas dietas malucas,  chegava a emagrecer e depois ganhava tudo o que eu tinha perdido. Hoje, com a reeducação alimentar, consegui estabilizar meu peso”, comemora.  
Além de ter mudado os hábitos à mesa, Karla fez tratamento para gordura localizada e celulite. “ Faço drenagem linfática, cellutec (equipamento vibratório que faz massagem profunda e ajuda na oxigenação da pele) e welashape (aparelho que ativa a circulação por meio de raios infravermelhos).

Com o tratamento, a dieta e a prática de exercícios físicos, a estudante conseguiu se livrar de antigos incômodos. “Consegui estabilizar meu peso, troquei gordura por massa muscular e estou feliz com o meu corpo.” Para ela, o auxílio de um nutricionista foi fundamental. “ A gente sabe o que pode e o que não pode comer, mas com o acompanhamento de um profissional, eu consegui organizar melhor minha alimentação. Ela passa a dieta de acordo com a sua rotina, necessidades e gosto. Assim fica mais fácil se adaptar."

Mas não são apenas as mulheres que buscam tratamentos estéticos e a ajuda de profissionais para recuperar a boa forma. O bancário Glênio Viana, 30 anos, procurou um nutricionista porque queria perder peso e precisava de uma dieta que o ajudasse a se recuperar do treino exaustivo que fazia na academia e no jiu-jitsu. “Eu perdi 11 quilos. Comecei a dieta em janeiro e busquei na clínica de estética massagens e outros aparelhos que facilitassem a minha recuperação pós-treino. Isso foi fundamental para o meu desempenho,” avalia.

Glênio vai ao nutricionista uma vez ao mês. Ele explica que a dieta muda conforme a evolução do treino e dos resultados obtidos. “ No começo, a dieta era super-restritiva, agora já posso comer mais, até porque preciso de mais energia e nutrientes.” Além do acompanhamento nutricional, o bancário investe em massagens. “Elas  dissolvem o ácido láctico retido nos músculos por conta do treino e ajudam a relaxar.”

Suco que auxilia na produção de colágeno
Rico em lisina, prolina, cobre, vitamina E, vitamina C e manganês
- 1 xícara de broto de alfafa
- 1 folha de couve manteiga
- 1 maçã
- 1 limão
- Gelo a gosto

Suco de romã – Previne o envelhecimento precoce
- 1 grape fruit em gomos
- 2 romãs cortadas ao meio (use as sementes)
- 1 folha de couve
- 100ml de água de coco

Modo de preparar
Passar todos os ingredientes na centrífuga ou liquidificador
Se fizer no liquidificador, coar antes de acrescentar a água de coco

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade