Publicidade

Estado de Minas

O caminho das pedras

Dois Hitchs da vida real, Thomas Edwards e David Dupree dão dicas de como vencer o jogo da conquista


postado em 14/10/2011 11:04 / atualizado em 14/10/2011 18:56

De cabelo black power, vestido com um elegante colete de alfaiataria, pose de garanhão, e um ar definitivamente confiante, o americano Thomas Edwards vende sua especialidade num site claramente desenhado por um profissional gabaritado: atrair mulheres. "As pessoas dizem que ele é a versão real da popular comédia romântica Hitch", compara um texto inserido na seção "Sobre Thomas" no site. Os métodos únicos de Thomas no jogo da sedução não são uma pechincha. Se quiser a garantia de que sairá da festa acompanhado, terá de desembolsar, no mínimo, US$300 para duas horas de evento, e mais US$150 para cada hora adicional.

Em Nova York, a empresa NYC Dating Coach (algo como "treinamento para a conquista") também se impõe no que, aparentemente, é um mercado promissor: o de receber dinheiro em troca de ensinar as pessoas tudo o que puderem sobre encontros bem-sucedidos. "Você vai aprender como se aproximar delicadamente e começar uma conversa em qualquer tipo de ambiente", promete o site da empresa.

Os treinamentos incluem truques e artimanhas que, em teoria, devolvem autoestima a quem a perdeu e emprestam confiança a quem nunca teve. A Revista entrevistou dois Hitchs da vida real, Thomas Edwards e David Dupree, da equipe da NYC Dating Coach. Fizemos basicamente as mesmas perguntas para os dois, mas trocando o sexo do público-alvo, para apimentar o debate.

Mulheres, ouvidos atentos para David Dupree

(foto: NYC Dating Coach/Divulgação)
(foto: NYC Dating Coach/Divulgação)

1- A insegurança é algo que normalmente atrapalha a solteira?
Não para a mulher. A insegurança pode fazer com que elas se escondam ou evitem conhecer outros homens por um comportamento antissocial, por conta do guarda-roupa ou por estar acima do peso, mas, ainda assim, elas serão paqueradas. Para o homem, é um problema, porque são eles que têm de tomar a iniciativa. Se eles estão inseguros, vão evitar essas interações.

2- Quais são as maiores reclamações das mulheres que o procuram?
"Eu não sei o que estou fazendo de errado. Sou atraente, todos os meus amigos dizem que ficariam comigo, mas nunca consigo sair de novo com os caras que gosto."

3- Quais são os erros mais comuns que elas cometem quando estão paquerando em um bar ou em uma festa?
Vários. Primeiro elas não paqueram. Segundo, elas encontram um grupo de amigas e se isolam e se protegem o quanto podem. O melhor num bar é estar sozinha. Depois, elas se fazem de difíceis. Em vez disso, poderiam fazer mais o tipo "nossa, não sei como você conseguiu me deixar aqui sentada ao seu lado por tanto tempo!". Quarto, elas fazem da conversa uma sessão de desabafo, falando sobre como odeiam seus trabalhos e como o vestido que estão usando é feio e velho. Por último, são diretas e frias quando falam de suas intenções. "Eu procuro um relacionamento duradouro." "Você é casado?" "Qual é o seu carro?" Isso equivale a um homem perguntando "você faz sexo no primeiro encontro?" "Você é virgem?" "Gosta de sexo anal?"

4- Qual o conselho para uma mulher aproveitar a balada?
a) Sorria! Seja a garota mais engraçada do grupo. Você está se divertindo. Nada é mais atraente para homem que isso.
b) Essa exige coragem, mas quando você avistar um cara interessante, estabeleça contato visual, sorria, conte até cinco. Ele vai caminhar até você. Garantido. Se você consegue olhar para ele e sorrir por cinco segundos, ele irá se aproximar.
c) Use roupas que lhe sirvam. Não tente esconder seu corpo com roupas. Vestidos justos demais não farão com que pareça menor, e largos demais não escondem seus pneus.

Rapaziada, eis as dicas quentes de Thomas Edwards

(foto: Roseann Wang/Divulgação)
(foto: Roseann Wang/Divulgação)

1- A insegurança é algo que normalmente atrapalha o solteiro?
A insegurança sempre vai ser a fraqueza de alguém porque ela dita a forma com que vamos decidir. Uma pessoa que não é confiante o suficiente sempre se pergunta demais e isso se mostra na sua linguagem corporal e, por fim, diminui as chances deles conseguirem fazer uma conexão.

2- Quais são as maiores reclamações dos homens que procuram os seus serviços?
Não saber o que falar para as mulheres. Os homens pensam que, se sabem o que dizer, já terão feito a coisa certa. O problema é que não importa o que você diz, mas a forma como você diz.

3- Quais os erros mais comuns que o homem comete ao paquerar uma mulher em um bar ou festa?
Eles não tentam flertar. Ficam tão nervosos com a possibilidade de a mulher reagir negativamente que não correm o risco. Quando um homem não flerta, a mulher não saberá que ele está atraído por ela e vai imaginar que ele está sendo apenas amigável. O homem também não saberá que ela está interessada se não houver alguma demonstração. É melhor correr o risco do que ficar na dúvida.

4- Se você pudesse conversar com um cara em um bar agora, que dicas daria para ele se tornar um conquistador?
Foque mais em ter uma noite legal e não nas mulheres. Elas querem estar com alguém que saiba como se divertir. Quando você estiver em um bar, tenha certeza que manterá contato visual, sorria e tome a iniciativa com as que quer falar. Não se preocupe com as frases prontas. Deixe que ela saiba que você está ali para se apresentar e para que vocês se conheçam. Se você curtiu alguém, peça para trocar telefones. Feito isso, continue se divertindo. No fim, os homens que sabem conquistar não se preocupam com quantidade. Eles são seletivos e preferem qualidade. Conhecer ou não alguém não importa, desde que tenham tido uma noite legal. Isso pode soar contraintuitivo, mas não se importar em conhecer mulheres pode ajudá-lo a conhecê-las.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade