Publicidade

Estado de Minas

A moda de Pedro, o Lourenço


postado em 20/01/2012 19:38 / atualizado em 20/01/2012 19:50

Pedro Lourenço faz mesmo parte da elite da moda brasileira. Tem apenas 21 anos, mas já nasceu em berço da corte fashion. Filho de dois gênios da moda brasileira, Glória Coelho e Reinaldo Lourenço, ele se viu envolvido com a criação de roupas desde criança. Há 10 anos, começou a desenhar as próprias peças. No Brasil, ele é mais conhecido por ser filho de quem é pelo público leigo. Mas para quem entende, e fala de moda, ele é mesmo uma preciosidade. Lá fora, Pedro, aos poucos, conquista mais e mais sucesso. Já desfilou em Paris, em Nova York, por exemplo. Seu trabalho pode ser visto nas araras de lojas de departamentos em Nova York, Londres, Milão, Xangai e Pequim. Por aqui, vestir uma peça dele ainda é para poucos. Aliás, assitir a um desfile dele também. Mais presente nas passarelas internacionais, Pedro desfilou no São Paulo Fashion Week na edição passada para um grupo muito pequeno de jornalistas. O privilégio foi dos famosos da moda. Esse ano, ampliou a lista. Jornalistas de São Paulo, editores das mais importantes publicações especializadas, um jornalista de Maceió e o Correio Braziliense foram convidados para assistir, ontem, à apresentação da coleção, em seu showroom, no bairro Pinheiros. Antes de começar o desfile, Pedro circulava sorridente entre os convidados, quase amigos. Os pais estavam lá. Orgulhosos. Gloria não tirou o sorriso do rosto durante a apresentação. Na passarela, o filho dela mostrou a mesma coleção que já tinha exibido em Nova York, no início do ano. O seu pré-inverno 2012 propõe uma moda para dias bem gelados. A arquitetura das roupas é impecável. Sofisticada. Algumas construções lembram muito a identidade do trabalho da mãe. A moda inspirada nas paisagens geladas da patagônia e do Deserto do Atacama, no Chile, rendeu estampas de montanhas de gelo. Para esse cenário, só mesmo usando os casacos com muita pele que ele criou. Pedro ainda fez vestidos e saias de alfaiataria em tecidos grossos, pesados. Misturou texturas e criou formas inusitadas. Os detalhes enriqueceram as peças. Ele mostrou que tem mesmo um DNA muito privilegiado para fazer moda. Agora, o rapaz segue para Paris, onde desfila a coleção de inverno.

Coleção de Pedro Lourenço(foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço (foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço(foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço (foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço(foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço (foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço(foto: Fotosite/Divulgação)
Coleção de Pedro Lourenço (foto: Fotosite/Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade