Publicidade

Correio Braziliense ENCONTRO COM O CHEF

Fartura de sabor

Promover a junção da culinária mineira com a contemporânea é o desafio do nordestino Gerardo Costa, à frente das panelas do Pampulha


postado em 10/03/2013 08:00 / atualizado em 07/03/2013 18:19

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press)
Já perdi a conta do quanto celebrei a abundância da mesa nordestina aqui na coluna. É algo que sempre me deixa com saudades: cada vez que sentamos à mesa é como se estivéssemos comemorando a dádiva de comer, seja no almoço da semana, seja em um banquete de fim de ano. Ao finalmente conhecer Minas Gerais, percebi que, nesse aspecto, temos muito em comum.

O mineiro também adora uma mesa cheia de opções, com pratos que, mesmo feitos de forma caseira, carregam um sabor que não fica atrás de nenhum restaurante. Esbaldei-me, como não poderia deixar de ser. Como me esbaldei ao provar os pratos do chef Gerardo Costa, do Pampulha Gastronomia e Eventos.

Nordestino como eu, ele adotou a culinária mineira como seu maior foco e não nega que teve facilidade em se adaptar a ela justamente pela proximidade com suas lembranças. "A cozinha de Minas Gerais entrou na minha vida por escolha, já que nasci no Ceará. Muito porque as culinárias mineira e nordestina são parecidas, principalmente na fartura."

Unindo o gourmet ao caseiro, Gerardo tem feito a alegria dos saudosos mineiros que vivem na capital. "Muitos deles dizem que vêm aqui só para matar a falta que sentem da comida de lá", garante. O chef explica que, em Minas Gerais, há muito uso da carne suína, em pratos que levam lombinho, costelinha etc. "São usadas várias pimentas, além de cebolinha, cheiro verde e outros. É uma culinária muito simples de preparar, não oferece dificuldades para quem for se arriscar em casa."


(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A.Press)

Ingrediente
100g de feijão já cozido com o caldo
150g de arroz já cozido
2 folhas de couve
60g de costelinha suína já frita
60g de linguicinha formiga já assada
60g de linguicinha de pernil já assada
30g de bacon em cubinhos já frito
30g de banana da terra à milanesa
1 ovo frito
20g de couve refogada
20g de torresmo
Salsinha a gosto
Alho a gosto
Cebola a gosto
15g de banha

Modo de preparar
Aqueça uma frigideira e acrescente a banha. Doure a cebola e o alho, coloque o feijão, junte as carnes, mexa bem para que impregnem os temperos nas carnes. Acrescente o arroz e continue mexendo. Se ficar muito seco, coloque mais um pouco de caldo de feijão. Não pode ficar nem muito seco, nem muito pastoso. Em uma panela com água morna, dê uma murchada nas folhas de couve e reserve.
Pegue uma bowl pequena e cubra com as folhas de couve. Com o mexidão já pronto, coloque-o dentro das folhas e feche as pontas.
Use o torresmo, a couve refogada e a banana para decorar o prato.

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 1 porção

Leia na edição impressa a íntegra da matéria e a receita do Bacalhau com costelinha defumada servido com mousseline de cará trufado
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade