Publicidade

Estado de Minas ENCONTRO O CHEF

O que tem pra hoje?

Escolher o cardápio dos convidados nem sempre é tarefa fácil. Com a ajuda de um chef, sugerimos três pratos para ocasiões específicas


postado em 01/09/2013 08:00 / atualizado em 30/08/2013 15:08

É fato que uma das melhores partes de se conhecer um restaurante é a grande variedade de novos pratos que virão no cardápio. Se você, como eu, sente prazer em experimentar de tudo — e usa esse fato para justificar o retorno a um restaurante que gostou —, entende o que quero dizer. E, mesmo naqueles casos em que as receitas se repetem, como nas diversas opções de filé à parmeggiana espalhadas pela capital, é sempre bom ter como comparar. Porém, há casos em que você deve decidir pelos outros, seja porque o convite é para um encontro em casa, seja em casos extremos quando, por exemplo, aquele amigo indeciso te pede para sugerir algo por ele — sim, isso acontece!

A tarefa é sempre difícil, principalmente quando envolve pessoas com as quais não temos muita intimidade. Quando ocorre isso, afirma o chef Roberto Felizardo, do Baby Beef Rubaiyat, o primeiro passo é tentar conseguir o máximo de informações sobre os convidados. "No caso de servir carne, o primeiro passo é conhecer o corte que será oferecido. Uma picanha, por exemplo, deve ser servida ao ponto, para ser melhor apreciada." Assim, mesmo que a decisão não seja unânime, ninguém vai sair da refeição reclamando.

A coluna foi até o restaurante e pediu três dicas para momentos distintos: um prato ideal para um almoço de negócios, aquele que pode causar boa impressão em um jantar romântico e um que agrade ao paladar dos vegetarianos. Todos também com uma indicação de harmonização. Roberto Felizardo diz que cada momento pode exigir um cuidado diferente. Apesar de o padrão ser seguido à risca para todos os pratos, momentos especiais merecem receber mais atenção.

Para um jantar a dois

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)

Ingredientes
2 camarões sem casca
2 vieiras
1 calda de lagostim sem casca cortada em rodelas
Palmitos cortados em rodelas
1/2 manga fatiada
Tomates cerejas cortados ao meio à vontade
1/2 pepino japonês descascado e cortado em fatias
Brotos de nabo, rúcula e beterraba à vontade, para decorar

Modo de preparar
Em um prato fundo, disponha a manga, o pepino, os tomates e o palmito. Organize em cima os camarões, as vieras e a calda de lagostim. Por fim, decore com os brotos.

Para harmonizar
melhor acompanhado da leveza e do frescor de um Chablis Domaine Long –Depaquit (Albert Bichot)

Rendimento: uma porção
Tempo de preparo: 7 minutos

Para um almoço de negócios

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)

Ingredientes
380g de picanha
250g de batata
10g de alho
5g de sal grosso
1/2 broto de romana
5g de tomate seco
3g de sal grosso

Modo de preparar
Retire a porção de picanha da embalagem, coloque na churrasqueira para assar de acordo com o preparo desejado (mal passado, bem passado, ao ponto, antes do ponto ou além do ponto) e adicione sal.

Prepare o prato que vai servir a carne com batata cozida com alho, broto de romana, uma unidade de tomate seco e azeite. Sirva em seguida.

Para harmonizar
Conde Valdemar Crianza (Martínez Bujanda) — vinho com toques de frutas marcantes e notas de baunilha.

Rendimento: uma porção
Tempo de preparo: dependerá do ponto da carne desejado

Veja na edição impressa a íntegra da matéria e saiba como preparar um prato para os vegetarianos

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade