Publicidade

Estado de Minas NUTRICÃO

Abusou na ceia?

Veja como se recuperar dos excessos. Frutas verdes, por exemplo, ajudam a desintoxicar o organismo


postado em 22/12/2013 08:00 / atualizado em 21/12/2013 17:34

(foto: Janine Moraes/CB/D.A Press)
(foto: Janine Moraes/CB/D.A Press)


Fim de ano é sinônimo de comemorações. Confraternizações, festa de réveillon e de Natal. A comilança faz parte das reuniões entre amigos, familiares e colegas de trabalho e pode se tornar o maior dos vilões na busca do corpo saudável.
Para o especialista em nutrição esportiva Clayton Camargos, a melhor estratégia não deve ser a tentativa de “compensação”, mas a retomada da alimentação saudável já no dia seguinte ao evento. “É perigoso esse pensamento de compensar o que comeu durante a festa. Os dias posteriores são muito importantes para a reposição de nutrientes que foram perdidos durante a noite, principalmente se a pessoa ingeriu bebidas alcoólicas”, diz Clayton.

Para ele, o período de três a cinco dias depois da noite de Natal é essencial para se recuperar fisicamente dos exageros cometidos. “Nesse período, é imprescindível aumentar a hidratação corporal. Além disso, evitar alimentos com grande concentração de gordura, sódio e açúcar. O aumento dos níveis dessas substâncias são facilmente verificáveis logo após os exageros alimentares e dão muito trabalho ao fígado e aos rins”, explica o especialista.

Ainda segundo o nutricionista, aqueles que costumam se culpar muito pelo que ingeriram devem tentar ser comedidos durante a festa. Uma boa dica é comer as frutas que tradicionalmente decoram as mesas de Natal e, às vezes, do ano-novo. “Castanhas e nozes são muito indicadas para dar uma sensação de saciedade antes da ceia”, acrescenta.

As frutas de tons esverdeados também são recomendadas para os dias subsequentes à festa. “Uva verde, limão, kiwi ou maçã verde têm um efeito verdadeiramente desintoxicante para o corpo. Também é interessante consumir água mineral, que ajuda muito a repor os minerais perdidos. Os sucos dessas frutas também são uma ótima maneira de iniciar o dia seguinte aos exageros”, diz o especialista.

A servidora pública Priscila Andrade, de 31 anos, não pretende deixar que a ceia de Natal atrapalhe seu caminho rumo à boa forma. Empolgada com os resultados da reeducação alimentar aliada aos exercícios, Priscila diz que vai continuar os treinos mesmo no feriado do dia 25. “Com esse tanto de festas em dezembro, se você não mantiver uma disciplina, fica difícil. Estou muito empolgada com meu emagrecimento, e os exercícios me dão um estímulo muito forte. O problema é o povo lá em casa me chamando de doida por ir malhar no dia de Natal!”, diz, bem-humorada.

Apesar de garantir que não vai se exceder durante a ceia, Priscila não pretende deixar de se divertir na festa. “Não tenho a intenção de comer muito, primeiro por causa da reeducação alimentar, depois porque vou compensar o que não comi no champanhe”, brinca Priscila.

Leia a reportagem completa na edição nº 449 da Revista do Correio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade