Publicidade

Estado de Minas ENCONTRO COM O CHEF

Vamos comer melhor?

Que tal começar o ano dando mais importância ao que vai à mesa? É possível se alimentar de forma saudável e saborosa


postado em 12/01/2014 08:00 / atualizado em 10/01/2014 17:26

Eu me mudei há pouco mais de dois meses e, nesse meio tempo, jamais tinha visto a academia onde vou tão lotada quanto na última segunda-feira. O cheiro no ar era de culpa esperançosa: dava para ver que as roupas de vários frequentadores estavam guardadas há meses e que o suor que caía da testa tinha muito da certeza de que esse era o ano de mudar os hábitos. Quem já viu esse filme?

Porém, não há como manter uma assiduidade nos exercícios físicos sem que haja uma alteração, também, da forma como se come. Afinal, as matérias da seção Fitness & Nutrição da Revista atestam: sem uma boa alimentação, seus esforços em puxar ferro se tornam inúteis. Que tal usar a empolgação de janeiro para dar início a essa nova fase? Para ajudar na parte que envolve a comida — estou aqui para isso, né? —, fui conversar com a chef e nutricionista Tâmara Rolim.

"É fácil fazer pratos saborosos e saudáveis porque, quando alguém lhe dá conhecimento sobre nutrição, você sabe o que é bom para o seu corpo. E, quando você conhece a gastronomia, sabe preparar aquilo de forma mais atrativa." Ao ensinar os dois lados, ela consegue mostrar aos pacientes que não é preciso torcer o nariz para o mais saudável da alimentação. E, principalmente, que existe muito mais a procurar no supermercado que a seção de congelados.

"As pessoas chegam aqui sem saber como escolher o que comer. Acredito que somos uma geração que não foi criada para o trabalho doméstico. Hoje, começo a ver uma mudança: eles querem aprender a cozinhar para integrar isso ao dia a dia", explica. Afinal, vamos pensar bem: em uma realidade que nos avisa todos os dias sobre os males da má alimentação, precisamos confiar muito em alguém para delegar a ela a responsabilidade sobre o que vamos comer. Vai deixar isso nas mãos do fast-food?

Para Tâmara, o primeiro passo da mudança é aceitar que é imprescindível comer diferente. Ao se ter consciência de que seus hábitos não estão bons, você tem mais facilidade em cumprir a dieta estabelecida. "É preciso saber quanto de produtos industrializados você come no dia, quanto de frutas e verduras frescas, quantas vezes você vai ao supermercado, quanto tempo você demanda no dia preocupado com sua alimentação."

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A.Press)

Ingredientes
3 berinjelas médias
Sal marinho
Azeite extravirgem
Za’atar (tempero árabe)
1/2 xícara de café de quinoa
1/2 cebola roxa pequena cortada em fatias finas
Manjericão fresco, endro e coentro a gosto
2 colheres de sopa de alcaparras picadas
2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
2 colheres de chá de mel ou néctar de agave
1/3 de xícara de café de amêndoas

Modo de preparar
Corte as berinjelas em rodelas de 1cm. Polvilhe com sal e reserve por 10 minutos para liberar água. Adicione a quinoa em uma panela com uma pitada de sal e 3/4 de xícara de café de água. Deixe levantar fervura suave, tampe e cozinhe por 15 minutos. Desligue o fogo e mexa com um garfo, cubra novamente e deixa-a em vapor por cinco minutos. Aqueça a frigideira. Pressione as berinjelas entre um pano de prato ou toalhas de papel para absorver o excesso de umidade. Pincele ambos os lados com azeite e grelhe por cerca de cinco minutos cada lado, para obter boas marcas escuras e uma textura bastante suave. Retire-as em um prato, regue com um pouco mais de azeite e polvilhe com o za’atar a gosto. Para finalizar a quinoa, misture a cebola, todas as ervas, azeite, vinagre, mel ou agave e uma pitada generosa de sal e pimenta. Misture tudo. Coloque as berinjelas em um prato, com a quinoa sobre elas e decore com as amêndoas.

Tempo de preparo: 30min
Rendimento: 6 porções

SERVIÇO
Nutrichef
Shopping Deck Norte, sala 337
Telefone: (61) 3468-4363

Leia na edição impressa a íntegra da matéria a receita da Sopa de beterraba

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade