Publicidade

Estado de Minas PHOTO & GRAFIA

Uma onda no lago


postado em 27/04/2014 08:00 / atualizado em 25/04/2014 16:48

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
Picnik é a onda que pegou na cidade e fez piquenique virar moda, levando as pessoas a se apropriarem dos gramados e a curtirem os espaços públicos. Em 21 de abril, completou dois anos e foi a festa mais brasiliense. Milhares de pessoas atenderam ao chamado e estenderam suas toalhas à beira do lago. Cada centímetro do Calçadão do Lago Norte foi disputado pelo povo — gente das mais diversas idades e tribos, com muitos cães. Artistas locais, comidinhas e estilistas lotaram as tendas. Sempre lançando moda, o evento marcou a estreia do projeto Rizoma, que pretende ser o “serviço de assinatura para desbloqueio criativo e sensorial do mundo”. Heloisa Rocha, uma das idealizadoras, diz que o objetivo é compartilhar conhecimento, “sair da sua rotina, conhecer pessoas interessantes, descobrir oportunidades e viver Brasília de uma forma inusitada e divertida”. A vivência oferecida foi a Yoga do Riso, dirigida por Daniel Souza. Os participantes saíram mais leves e alegres para encarar a semana. Em junho, tem mais Picnik. Qual será a próxima onda?
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade