Publicidade

Estado de Minas PHOTO & GRAFIA

Cidade comestível


postado em 22/02/2015 08:00 / atualizado em 20/02/2015 18:27

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)

Pessoas preocupadas com o que comem ou querendo um fácil acesso a alimentos frescos estão cada vez mais aderindo às hortas caseiras ou comunitárias. O Plano Piloto com seus espaços é um convite à agricultura urbana.

Na 316 Norte, o pessoal do Bloco H cultiva uma horta em vasos para plantas ornamentais. Manjericão-verde e vermelho, alecrim, orégano, cheiro- verde e cebolinha agregam moradores e funcionários do prédio em seus cuidados e benesses. Na 315 da mesma Asa Norte, existe uma plantação de ervas medicinais. Em Taguatinga, a artista Clarice Gonçalves planta tudo o que pode na sua casa, dando novos usos para bacias e baldes.

O movimento tem crescido e as 114 Sul, 206 e 302 Norte também têm as suas hortas. Moradores de Águas Claras se uniram e fizeram uma grande plantação. Dessas ações, surgiu a ONG Hortas Urbanas do DF, que promete fazer ainda este ano um fórum para difundir esse tipo de plantio. Patrícia Bon, que acaba de voltar de Chicago e estudou agricultura urbana, disse que "Brasília tem potencial para liderar esse movimento mundial".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade