Publicidade

Estado de Minas PHOTO & GRAFIA

Fofismo


postado em 29/03/2015 08:00 / atualizado em 31/03/2015 14:52

(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)

Amigos de Juliana Borgê diziam quando viam o trabalho dela que era neofofista. A arte educadora e curadora Marília Panitz ouviu, aprovou e decretou "Ju, você é fofista!"

A artista plástica formada pela UnB propaga sua fofura pintando sorrisos em seres arredondados e multicoloridos. Várias cidades do "Quadradim" ostentam as criações fofas em meio a pinturas fortes e contestadoras, que causam fofura instantânea. Multiplicando fofurices, ela trabalha no Centrão do Guará 2. Os fãs são muitos e também chamam seu trabalho de #borgismo.

A fofa identifica fofismo no trabalho do Pedro Sangeon, com seu Gurulino e suas shantilezas, e nos trampos da Mi (Michelle Cunha). Em tempos duros, toda fofura é bem-vinda!

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade