Publicidade

Estado de Minas CASA

Cor de terra

Associados a espaços externos, os tons marrons e alaranjados agora tingem os objetos de decoração, deixando os ambientes mais confortáveis e com toque moderno


postado em 03/02/2016 13:52 / atualizado em 03/02/2016 13:59

No ambiente de Arina Araújo, os tons terrosos coloriram o tapete e as almofadas do sofá. Para equilibrar, a arquiteta optou por móveis brancos, além de vidros e espelhos que não contrastam com as cores fortes.(foto: Haruo Mikami/ Divulgação)
No ambiente de Arina Araújo, os tons terrosos coloriram o tapete e as almofadas do sofá. Para equilibrar, a arquiteta optou por móveis brancos, além de vidros e espelhos que não contrastam com as cores fortes. (foto: Haruo Mikami/ Divulgação)


Tons avermelhados, ocres, marrons e alaranjados são conhecidos como tons terrosos, e, este ano, aparecem com frequência na decoração. "Eles deixam o ambiente mais aconchegante, mais acolhedor. Antes, eram muito usados nas áreas externas e, agora, vêm entrando em casa", explica a arquiteta Arina Araújo. Por ter essa característica de conforto, as cores terrosas funcionam melhor em decorações rústicas, apesar de aparecerem pontualmente em ambientes modernos.

 

Para usar essas cores, é preciso de equilíbrio, porém. Quando usados em excesso, o cômodo fica muito quente, escuro e dá a impressão de menos espaço. "Como os ambientes estão ficando cada vez menores, é preciso tomar cuidado com esses tons mais fortes", conta a arquiteta Gislaine Garonce. A dica é optar por detalhes. Almofadas, uma cadeira, um quadro, o tapete ou tingir a cúpula do abajur. Paredes de tijolinho também são ótima pedida. "E para dar uma quebrada, usa-se muito com off-white, branco, bege, tons bem clarinhos", ensina Arina. Já nos jardins, Gislaine explica que as cores funcionam bem com tecidos florais.

%u3000

O grande quadro na sala de jantar, projetada pela arquiteta Gislaine Garonce, é a peça que mais chama a atenção no espaço. Além de trazer uma sensação de calor e conforto, as cores fortes dão personalidade ao ambiente de paredes brancas. (foto: Clausem Bonifácio/ Divulgação)
O grande quadro na sala de jantar, projetada pela arquiteta Gislaine Garonce, é a peça que mais chama a atenção no espaço. Além de trazer uma sensação de calor e conforto, as cores fortes dão personalidade ao ambiente de paredes brancas. (foto: Clausem Bonifácio/ Divulgação)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade