Publicidade

Correio Braziliense

Paredes com cores em degradê são tendência na decoração

Paredes degradês ganham força na decoração. Efeito é obtido com tintas ou papéis de parede. Em ambos os casos, o segredo está na neutralidade dos elementos que compõem o ambiente


postado em 06/11/2016 08:00 / atualizado em 04/11/2016 19:26

(foto: Edgar César/Divulgação)
(foto: Edgar César/Divulgação)
 
Pela liberdade de projetos mais descontraídos, as paredes não precisam mais ser brancas ou de uma cor só. Para tornar a parede parte da decoração e ponto focal do cômodo, uma boa ideia é optar por pinturas (ou papéis de parede) degradês. A tinta colorida vai ficando cada vez mais escura ou vai mudando de tonalidade conforme a extensão da superfície e dá sensação de movimento. "O acabamento cria sombreamentos e se comporta de forma diferente conforme a hora do dia. São efeitos inesperados a partir da luz", explica o arquiteto Marcelo Marcolino.
 
(foto: Artline/Divulgação e internet/reprodução)
(foto: Artline/Divulgação e internet/reprodução)
 
 
O papel degradê costuma ter um ritmo definido — o desenho acaba se repetindo. Com a tinta, além de uma transição orgânica entre as cores e as camadas, é mais fácil preencher todo o espaço sem reprisar o padrão. Dá para aplicar o conceito em qualquer ambiente, ainda que, para o arquiteto Alex Claver, o quarto tenha prioridade. "E, como o elemento principal é a parede, é importante optar por uma decoração mais neutra ou que combine com o painel", ensina. As demais paredes também devem ser neutras para não concorrer com a principal.
 
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade