Publicidade

Correio Braziliense BELEZA

Mega-hair proporciona cabelos longos e poderosos

Conheça as técnicas de mega-hair disponíveis no mercado e veja qual se adapta melhor ao seu cabelo


postado em 19/03/2018 13:15 / atualizado em 19/03/2018 15:01

Sandra Dib faz mega-hair há 15 anos: sentindo-se mais poderosa(foto: Arquivo Pessoal)
Sandra Dib faz mega-hair há 15 anos: sentindo-se mais poderosa (foto: Arquivo Pessoal)
Cabelos longos, volumosos, iluminados e saudáveis são o sonho de consumo de muitas mulheres. As mais impacientes, muitas vezes, não conseguem atingir, naturalmente, o comprimento ideal. O aplique, alongamento ou mega-hair, como preferir chamar, possibilita esse desejo, com técnicas indolores.

Segundo a especialista em alongamento Márcia Nascimento, entre os métodos mais procurados estão o entrelaçado; o polímero de queratina; a fita adesiva mega-hair; e o tic-tac (leia quadro). Os valores variam de acordo com a técnica, a quantidade e o tipo de cabelo.

De acordo com Janny Mota, que atende famosas, os preços oscilam entre R$ 1,2 mil e R$ 4 mil. Os mais caros são os cabelos indianos — virgens (sem química), lisos e muito finos — e os brasileiros — leves, brilhosos e sedosos. As manutenções devem ser feitas entre 40, 60 e até 90 dias, a depender da oleosidade e do crescimento do fio. O maior público da especialista são as loiras, pois, devido à descoloração, os fios acabam ficando com as pontas ralas.

A jornalista Sandra Dib de Sousa e Silva, 42 anos, é adepta ao mega-hair desde 2003 e garante não sentir dor ao aplicar a técnica. Para ela, um cabelo bem cuidado, longo e volumoso traz muita força e feminilidade. “Eu tenho muito cabelo, antes só usava o aplique na parte da frente, mas, desde a segunda vez, passei a colocar na cabeça inteira. Sempre que posso, recomendo às pessoas à minha volta. Minhas amigas, por exemplo, não conseguem viver sem”, ressalta Sandra.

O método mais procurado é o das fitas adesivas. As mulheres jovens, maduras e de terceira idade que procuram Márcia Nascimento saem com as madeixas alongadas e finalizadas depois de duas a cinco horas, dependendo da técnica usada — é necessário uma avaliação prévia para definir técnica, tipo e quantidade de cabelo.

“Procure um profissional especializado para ter um resultado eficiente e que não cause danos ao fio. Deixe que ele defina a melhor técnica para seu perfil de cabelo. Afinal, todas as técnicas são eficientes desde que se encaixem no perfil de cada cabelo”, explica Márcia.
A atriz Giovanna Ewbank antes e depois do aplique: naturalidade(foto: Instagram/Reprodução)
A atriz Giovanna Ewbank antes e depois do aplique: naturalidade (foto: Instagram/Reprodução)
 

Os métodos

Entrelaçado 

Nele, o cabelo trançado serve de base para a aplicação da tela, que é costurada nas tranças da cliente

Polímero de queratina 

Uma resina especial une as madeixas a serem aplicadas aos fios naturais

Fita adesiva megahair 

O aplique é fixado por meio de uma fita adesiva superpotente, sem causar danos aos fios

Aplique simultâneo (tic-tac) 

Forma mais rápida, segura, prática e econômica para alongar os cabelos. Pode ser aplicado em casa pela própria pessoa.

Dicas

  • Escolha um cabelo humano de boa qualidade.
  • É necessária uma avaliação prévia para escolher a técnica ideal para o tipo de cabelo.
  • Depois de colocados os fios, as mulheres podem ir à praia, piscina e fazer outras atividades sem retirar a extensão.
  • Em casa, os cuidados devem ser rigorosos com a lavagem, secagem e hidratação.
  • A duração do mega-hair varia entre oito meses e um ano e meio.
  • Os cuidados com os fios do alongamento e da textura determinarão o tempo de durabilidade.
  • Para quem tem o cabelo oleoso e é frequentador assíduo de saunas, o método “adesivado” não é indicado, pois o ponto americano, que é costurado, é mais seguro e durará mais tempo.
Fonte: Janny Mota, especialista em megahair
 
*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade