Publicidade

Correio Braziliense CASA

Dourado remete ao glamour de uma decoração imponente

Símbolo de poder, nobreza e também de boas energias, o dourado está na moda e imprime requinte e ousadia aos ambientes. Se usado com moderação, claro!


postado em 25/03/2018 07:00 / atualizado em 23/03/2018 17:21

A arquiteta Camila Saavedra criou um ambiente sofisticado com papel Mica. %u201CPara não correr o risco de ficar over, usamos o aparador com o espelho para fazer o contraponto. A composição cai bem em hall, sala ou canto que pede uma atenção mais especial.%u201D (foto: Saavedra Arquitetura/Divulgação)
A arquiteta Camila Saavedra criou um ambiente sofisticado com papel Mica. %u201CPara não correr o risco de ficar over, usamos o aparador com o espelho para fazer o contraponto. A composição cai bem em hall, sala ou canto que pede uma atenção mais especial.%u201D (foto: Saavedra Arquitetura/Divulgação)
Brilho, nobreza e sofisticação. O dourado remete ao glamour de uma decoração imponente. Tendência ou não, a cor tem o poder de enriquecer qualquer ambiente e transmitir luminosidade. As arquitetas Tatiana Estrela e Carla Ramos, do escritório Mais Arquitetura, avisam: deve ser usada com parcimônia para não sobrecarregar a composição.

“O dourado está em alta. Era uma cor característica da década de 1980 e voltou com muita força agora, não só em paredes, mas também em mobiliários. Talvez porque tenha um quê de requinte”, diz Tatiana. E há várias formas de usá-la, como em papel de parede, pinturas especiais, laca, porcelanatos dourados, folha de ouro e por aí vai.

A arquiteta Tatiana Estrela criou um lavabo conjugando a parede dourada com metais e com a pedra e a cuba da bancada. Para compor e dar leveza ao ambiente, também usou plantas. %u201CO dourado cai muito bem em quartos, salas, lavabos e até em fachadas%u201D, orienta.(foto: Mais Arquitetura/Divulgação)
A arquiteta Tatiana Estrela criou um lavabo conjugando a parede dourada com metais e com a pedra e a cuba da bancada. Para compor e dar leveza ao ambiente, também usou plantas. %u201CO dourado cai muito bem em quartos, salas, lavabos e até em fachadas%u201D, orienta. (foto: Mais Arquitetura/Divulgação)
“Basta usar a criatividade e as mil possibilidades que o mercado de revestimento oferece e vem desenvolvendo”, explica Tatiana. Até tecido dourado pode ser aplicado em paredes para obter o efeito desejado. “Cada material tem uma preparação básica para ser aplicado, além de sua especificidade.”

Camila Saavedra sugere o collor jet dourado como aliado na revitalização de uma peça. %u201CDe repente, aquele objeto pode levar um toque dourado para ter vida e mais luminosidade. Pode ser um vaso, por exemplo. Seja o que for, dá para fazer uma brincadeira e ficar muito legal.%u201D(foto: Mais Arquitetura/Divulgação)
Camila Saavedra sugere o collor jet dourado como aliado na revitalização de uma peça. %u201CDe repente, aquele objeto pode levar um toque dourado para ter vida e mais luminosidade. Pode ser um vaso, por exemplo. Seja o que for, dá para fazer uma brincadeira e ficar muito legal.%u201D (foto: Mais Arquitetura/Divulgação)
O dourado cai muito bem em quartos, salas, lavabos e até em fachada de casas, segundo Tatiana. “Antigamente, usava-se muito em fachadas residenciais. No lavabo, a parede pode ser conjugada com metais, com a pedra ou a cuba da bancada”, orienta.

Ao conceber a divisória de uma loja, com alusão a pepitas de ouro, a arquiteta utlizou o papel mica. “Parece ouro aplicado à parede”, diz. O material é confeccionado com pedras naturais prensadas sobre o revestimento. “Isso confere ao papel um efeito em alto-relevo e pequenos pontos de luz, característicos da mica. Traz um efeito deslumbrante.”

Apaixonada pela cor, a servidora pública Patrícia Rolo investiu em uma parede dourada, em seu quarto. %u201CÉ uma cor que traz energias positivas%u201D, explica. %u201CÉ vibrante, tem um brilho natural e deixa a casa com um ar de sofisticação clean se houver moderação, claro.%u201D(foto: Reprodução)
Apaixonada pela cor, a servidora pública Patrícia Rolo investiu em uma parede dourada, em seu quarto. %u201CÉ uma cor que traz energias positivas%u201D, explica. %u201CÉ vibrante, tem um brilho natural e deixa a casa com um ar de sofisticação clean se houver moderação, claro.%u201D (foto: Reprodução)
Viraram febre também as paredes com efeito glitter, que dão uma sensação de brilho e glamour. “Existe um material chamado fulget que causa esse tipo de efeito”, diz Tatiana. É uma composição de areia, cola e uma “pitada de glitter”.

Para a arquiteta brasiliense Ana Paula Guerço, a cor é uma peça curinga, que combina com tons quentes, frios e neutros. “Podemos brincar com a cor e misturar formas geométricas, minimalistas, utilizar papel de parede ou simplesmente aplicar uma pintura metálica”, sugere.

Parede em tom dourado produzida pela artista plástica Sabrina Naja, especialmente para a Artefacto, em Brasília. Sabrina investiu no poder da cor, considerada uma tonalidade curinga pela arquiteta Ana Paula Guerço, para imprimir luminosidade ao ambiente íntimo.(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press )
Parede em tom dourado produzida pela artista plástica Sabrina Naja, especialmente para a Artefacto, em Brasília. Sabrina investiu no poder da cor, considerada uma tonalidade curinga pela arquiteta Ana Paula Guerço, para imprimir luminosidade ao ambiente íntimo. (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press )
Mas, se a ideia é ousar, sem arriscar, pode-se utilizar adesivo vinílico ou debruns com detalhes na cor desejada. O importante, diz Ana Paula, é se sentir bem com o resultado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade