Publicidade

Correio Braziliense BELEZA

Confira as tendências de outono e inverno para inovar o visual do cabelo

As mechas iluminam o rosto, suavizam as expressões e até elevam a autoestima da mulher. Saiba quais os tons e as técnicas que estarão em alta nos dias frios


postado em 01/04/2018 07:00 / atualizado em 29/03/2018 17:03

As mulheres estão sempre à procura de inovações, independentemente das estações do ano. Não importa se a mudança é no estilo, na alimentação ou no visual, a regra é renovar. De acordo com o hair dresser Fábio Hiroshi, do salão You Enjoy, as mechas são uma ótima opção para quem busca essa transformação. “Elas iluminam o rosto, suavizam as expressões e as olheiras, escondem os fios brancos, dão brilho e volume ao cabelo e criam um visual saudável”, justifica.

Fábio explica que, apesar de as estações no Brasil não serem tão definidas quanto na Europa e nos Estados Unidos, as tendências de outono e inverno incluem contornos suaves, cores neutras e mechas transparentes. As nuances vêm em bege, tons amadeirados e dourados frios.

Para as mulheres que gostam das pontas mais claras, uma boa opção são as mechas esfumadas — espécie de sombreamento nos fios, que faz a gradação entre o tom natural e o escolhido para as pontas. Essa técnica não deixa o cabelo artificial. No verão, segundo especialistas, a pegada era esfumar desde a raiz. Mas, para os dias mais frios, a sugestão é esfumar do meio do comprimento em direção às pontas.

Iara de Almeida optou pelas mechas para dar uma rejuvenescida no visual (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Iara de Almeida optou pelas mechas para dar uma rejuvenescida no visual (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
A dona de casa Iara de Almeida, 26 anos, aderiu às mechas para mudar a aparência, elevar a autoestima e trazer jovialidade ao rosto. Após a transformação, ela teve a certeza de que mudar foi mesmo a melhor opção. “Minha mãe me convenceu a renovar o visual, disse que eu estava muito envelhecida. Estou feliz e encantada com o resultado. Sei que, de agora em diante, meus cuidados com hidratação serão redobrados.”

A escolha certa

As técnicas para realizar as mechas são as mais diversas possíveis. Elas devem sempre levar em consideração o tipo de cabelo em questão. Segundo a hair stylist Priscilla Amaral, do ZUG Hair and Makeup, existem tipos mais clássicos,  em que o fio é descolorido da raiz à ponta, iluminando-os sem causar grande impacto na cor.

“As microlights são mechas costuradas, mas bem finas — ideais para quem quer disfarçar os fios brancos. A ombrè hair é feita no papel e o método handsfree não usa nem touca nem papel-alumínio, apenas os dedos. Já a hair contour ilumina bastante a parte da frente”, detalha Priscilla. Esses tipos, explica a profissional, são os mais conhecidos e se renovam a cada dia. “É interessante fazer um mix de técnicas para que a cliente sempre tenha um cabelo personalizado e exclusivo”, sugere.

Um mulher de lado, com uma camiseta branca. O cabelo dela está na lateral e solto. (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Um mulher de lado, com uma camiseta branca. O cabelo dela está na lateral e solto. (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
A estudante Carol Paz, 18, já pôs mechas em duas ocasiões, uma em 2016 e outra este ano. Na primeira vez, ela estava em um processo de transição pessoal. “Eu queria aceitar o meu cabelo, ser mais confiante e segura.” Já na segunda vez, fez porque desejava mudar. “Queria valorizar o fundo do meu cabelo, que é escuro, e quebrar o estereótipo de que só cabelos lisos podem ser iluminados e passar por esses procedimentos.”

Os cuidados com os cachos de Carol vão além de uma simples hidratação. Ela sabe que fios cacheados e com mechas demandam mais esforço. “Um cabelo bem cuidado chama a atenção. O cronograma capilar, a hidratação, a revitalização e o botox farão parte da minha rotina semanal, além da finalização com fitagem, de que não abro mão. Agora, eu tenho mais ânimo para compor meu look, me maquiar, sair, cuidar melhor do meu cabelo, valorizar-me.”

As mechas podem ser aplicadas em qualquer comprimento de cabelo, porém cada tipo de fio exige uma técnica específica. “As mechas servem para criar e valorizar efeitos. É possível aumentar a impressão de volume em um cabelo, fazendo mechas finas e bem espelhadas. Para dar sensação de maior comprimento, o efeito ombrè é sempre sugerido. É interessante planejar a cor de acordo com o corte, para valorizar o rosto e alcançar resultados incríveis”, ensina Priscilla.

Teste de mecha

  • Todos os tipos de cabelo podem ser submetidos às mechas, com exceção dos que utilizam alisantes à base de tioglicolato de amônia.
  • Os cabelos que possuem tintura preta e progressivas à base de formol e cisteína também têm grande dificuldade em se adaptar às mechas, sofrendo muito no processo.
  • É indispensável alguns procedimentos para preservar a saúde dos fios. Por exemplo: a avaliação de um profissional, o conhecimento do histórico de química do cabelo e um teste.
  • O teste consiste em separar uma mecha de cabelo e aplicar o produto para descoloração a 1cm do couro cabeludo. O produto deve ser espalhado uniformemente com o auxílio de um pente. A mecha-teste deve ser verificada a cada 5 minutos para conferir a maleabilidade e o grau de relaxamento até a transformação ideal. Também é possível ver se houve alguma alteração indesejada.
  • Muitas vezes, um cabelo virgem é aparentemente saudável, mas é reprovado num teste de mecha.
  • O teste de mecha é fundamental. Ele mostra o grau de sensibilidade dos fios. Assim, é possível analisar, em conjunto com a cliente, o histórico de químicas e descobrir as substâncias que causavam ressecamento ou queda.
  • É necessário sempre fazer teste de mechas antes do próximo retoque, para saber se a fibra suportará um novo clareamento e se se manterá íntegra e saudável.

Fonte: Priscilla Amaral, hair stylist
 
Alguns tons que estarão em alta no inverno(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Alguns tons que estarão em alta no inverno (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
 

Cuidados

  • As técnicas aplicadas devem sempre levar em consideração o tipo de cabelo.
  • O fio, tal como um tipo de tecido, tem caimento diferente, seja no volume, seja no movimento. Daí a necessidade de escolher a melhor técnica ao tipo de cabelo.
  • As divisões das sessões do cabelo também são importantes, como contornos, nuca, laterais e franja.
  • Use produtos com os nutrientes que o cabelo precisa e protetores térmicos antes da secagem.
  • Escolher um bom profissional e produtos de qualidade é a receita de sucesso.
  • O retoque é uma manutenção, por isso, quanto mais o tempo passa, fica mais difícil alcançar o resultado desejado.
  • Buscar novos espaços ou profissionais toda a vez que for retocar pode não ser a melhor saída. Quanto mais o profissional conhecer o seu cabelo, mais assertivo será o resultado.
  • Harmonia é o segredo de um resultado excelente.
  • Na hora de fazer uma iluminação com mechas, a sugestão é clarear com cores mais quentes e produzir uma harmonização de tons no conjunto.
Fonte: Fábio Hiroshi, hair dresser
 
*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade