Publicidade

Correio Braziliense CASA

Dicas para deixar a sala de jantar linda e agradável para confraternizar

Um dos ambientes mais disputados do lar, a sala de jantar deve manter o aconchego para promover a união entre anfitriões e convidados


postado em 15/04/2018 07:00 / atualizado em 13/04/2018 11:32

A sala de jantar costumava ser sinônimo de seriedade, requinte e status. Nesse espaço, ocorriam grandes celebrações e reuniões. Segundo os arquitetos Marcus Leite e Lídia Branquinho, as famílias investiam excessivamente no ambiente, pois era um dos locais mais bem decorados e frequentados da casa. Hoje, ela representa, sobretudo, alegria e fartura. É lá que a família confraterniza e recebe os amigos.

A proposta do Stúdio Ambo, de Lídia Branquinho e Marcus Leite, é fazer um jogo de cores. Traz o toque clean nos tons sóbrios, como o bege e o marrom da madeira, em harmonia com estampas e cores vivas. O banco avulso serve como suporte não só para as almofadas, mas também para ampliar o número de convidados que podem ser recebidos. A ideia é aproveitar todos os cantinhos da residência e tornar o espaço receptivo para o desfrute de bons momentos.(foto: Marcus Leite/Divulgação)
A proposta do Stúdio Ambo, de Lídia Branquinho e Marcus Leite, é fazer um jogo de cores. Traz o toque clean nos tons sóbrios, como o bege e o marrom da madeira, em harmonia com estampas e cores vivas. O banco avulso serve como suporte não só para as almofadas, mas também para ampliar o número de convidados que podem ser recebidos. A ideia é aproveitar todos os cantinhos da residência e tornar o espaço receptivo para o desfrute de bons momentos. (foto: Marcus Leite/Divulgação)
A circulação, o conforto e a tranquilidade dos convidados estão entre as características mais importantes desse cômodo. “O formato da mesa pode ajudar na hora de configurar o leiaute da sala. É ele quem determina se a mesa poderá ficar encostada na parede para liberar a circulação de um dos lados, proporcionando um local mais acolhedor.” Os arquitetos ressaltam que as mesas redondas são mais versáteis. “Para uma sala de jantar menos formal, a melhor opção é integrá-la à cozinha. A partir daí, podemos ter uma bancada de divisória para comer, beber ou cozinhar”, enfatizam Marcus Leite e Lídia Branquinho.

As arquitetas Renata Noronha e Dayane Jubé buscaram a criação de um ambiente aconchegante e luxuoso para receber amigos e familiares. Por ser um espaço pequeno, o espelho bisotado em bronze amplia a sala. A cor, por sua vez, traz a sensação de aconchego e o requinte desejados. Completando a proposta, o bufê em laca branca, o lustre Maria Tereza e a iluminação em led dão um ar sofisticado ao ambiente.(foto: Mix Arquitetura/Divulgação)
As arquitetas Renata Noronha e Dayane Jubé buscaram a criação de um ambiente aconchegante e luxuoso para receber amigos e familiares. Por ser um espaço pequeno, o espelho bisotado em bronze amplia a sala. A cor, por sua vez, traz a sensação de aconchego e o requinte desejados. Completando a proposta, o bufê em laca branca, o lustre Maria Tereza e a iluminação em led dão um ar sofisticado ao ambiente. (foto: Mix Arquitetura/Divulgação)
A designer de interiores Ângela Borsoi diz que, para tornar a sala de jantar mais agradável, se deve revestir as paredes com tons quentes e acolhedores, além de adotar o conceito aberto de morar, que é a integrar aos demais espaços. Consequentemente, a decoração da casa, os acabamentos de paredes, os tetos e os pisos devem ter a mesma linha, agregando uma atmosfera arejada, descontraída, bonita e convidativa. “A regra é priorizar um ambiente agradável e gostoso.”

O ambiente com inspiração em lofts nova-iorquinos foi elaborado de forma minimalista e conceitual. O projeto de Ney Lima integra a sala de jantar à cozinha. Os vidros e esquadrias dão leveza ao ambiente, que conta com mesa e cadeiras de design.(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
O ambiente com inspiração em lofts nova-iorquinos foi elaborado de forma minimalista e conceitual. O projeto de Ney Lima integra a sala de jantar à cozinha. Os vidros e esquadrias dão leveza ao ambiente, que conta com mesa e cadeiras de design. (foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Os ambientes pequenos e os grandes podem ganhar uma sala de jantar convidativa e moderna. “Hoje, esse cômodo abraça o espaço, pode ser integrado à cozinha, ao living ou até ficar no jardim. Ter uma mesa de jantar, pequena ou grande, bem posicionada é fundamental para harmonizar os objetos ao restante do espaço. Deve-se investir em mobiliários versáteis — cadeiras ou bancos extras que possam se juntar à mesa”, ensina Ângela Borsoi.
A mesa grande, para 10 pessoas, é o ponto central da proposta assinada pela designer Kely Carvalho. A sala conta com duas cômodas bombês, que substituem o tradicional bufê. A iluminação planejada evidencia os elementos clássicos e contemporâneos, como madeira, tecidos e mobiliário em laca. A designer destaca que %u201Co estilo clássico é o grande amigo dos que são apaixonados por glamour e elegância%u201D.(foto: Edgard César/Divulgação)
A mesa grande, para 10 pessoas, é o ponto central da proposta assinada pela designer Kely Carvalho. A sala conta com duas cômodas bombês, que substituem o tradicional bufê. A iluminação planejada evidencia os elementos clássicos e contemporâneos, como madeira, tecidos e mobiliário em laca. A designer destaca que %u201Co estilo clássico é o grande amigo dos que são apaixonados por glamour e elegância%u201D. (foto: Edgard César/Divulgação)
 

Dicas

  • Para levar mais aconchego à sala de jantar, opte pelo uso de tapete de fio curto.
  • Abuse da criatividade. Inserir objetos que já tenha em casa e mudar o tecido das cadeiras são algumas soluções baratas para dar um novo ar ao ambiente.
  • Dependendo do tamanho do espaço, coloque um espelho que proporcione a sensação de mais amplitude. Não coloque moldura, pois quanto mais limpo, melhor.
  • Ter uma peça como um castiçal e um vaso para receber flores naturais é sempre curinga na decoração.
  • Dê destaque à iluminação, de preferência à amarela. Ela pode determinar a vontade de permanecer por mais tempo no ambiente.

Fonte: Marcus Leite e Lídia Branquinho, arquitetos
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Montando o ambiente

  • Para tornar esse espaço mais agradável, é preciso uma boa disposição do mobiliário, circulação do ambiente, iluminação e ventilação corretas.
  • Como a sala de jantar representa o encontro da família e a confraternização de momentos especiais. É importante celebrar com alegria e manter o verdadeiro papel dela vivo.
  • Hoje, com os espaços gourmet nas varandas, a sala de jantar pode mudar de lugar. Não existe mais aquela postura tradicional. Elas podem ser integradas com varandas e espaços gourmet.
  • O tamanho das salas de jantar não interfere no projeto. Elas podem ser pequenas ou grandes, o importante é o profissional de arquitetura adequar a decoração a qualquer metragem.
  • Para as salas de jantar muito pequenas, a integração é a melhor opção, assim dará a sensação de ser maior.
  • A maneira mais barata de deixar a sala de jantar aconchegante é especificar os materiais e um bom mobiliário. Assim, é possível pensar situações e possibilidades de redução de custos.

Fonte: Ney Lima, arquiteto
(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)
 
 
*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade