Publicidade

Correio Braziliense

Raquel Davidowicz aborda a diversidade cultural no segundo dia da SPFW

Marca aborda tema atual na coleção de inverno e conta com a presença da neta de Audrey Hepburn na primeira fila


postado em 23/04/2018 15:35 / atualizado em 24/04/2018 13:14

O Museu da Imigração hospedou o público para ver a coleção Origem, digna de aplausos, que abordou a diversidade cultural e a questão da imigração e dos refugiados no Brasil(foto: Zé Takahashi / Ag. FOTOSITE)
O Museu da Imigração hospedou o público para ver a coleção Origem, digna de aplausos, que abordou a diversidade cultural e a questão da imigração e dos refugiados no Brasil (foto: Zé Takahashi / Ag. FOTOSITE)

 

 

A designer Raquel Davidowicz emocionou a imprensa e os convidados no desfile de abertura do segundo dia da Semana de Moda de São Paulo (SPFW), nesta segunda-feira (23/4). O Museu da Imigração hospedou o público para ver a coleção Origem, digna de aplausos, que abordou a diversidade cultural e a questão da imigração e dos refugiados no Brasil. 

 

O casting de modelos, todas com características étnicas distintas, esteve em plena sintonia com a trilha sonora e o local do desfile. Segundo Raquel, o estrangeiro propõe um espírito nômade, livre e eclético, o qual foi traduzido em bolsos largos, peças altamente funcionais e práticas para o dia a dia. 

 

A cartela de cor sóbria e neutra, predominando o preto e o off white, bem referentes ao inverno, estampou tricôs diferenciados, jaquetas acolchoadas e blusões esportivos. Nos pés, nada além de coturnos com solado de borracha.

 

Presença ilustre

 

Emma Ferrer, neta da atriz Audrey Hepburn, marcou presença no desfile a convite de Raquel Davidowicz. Esta foi a primeira vez de Emma no Brasil, e ela se diz empolgada com a oportunidade. “Eu nunca fui ao Brasil antes. Estou mais do que animada. Conheço muitas pessoas maravilhosas, apaixonadas e altamente criativas do Brasil. É uma população de artistas e grandes pensadores, por isso estou muito feliz em poder conhecer mais sobre o País e ouvir tudo sobre as ideias e os planos das pessoas para o futuro”, afirmou à imprensa. 

 

A presença de Emma foi além dos flashes. Ela exerce um importante papel social com refugiados como embaixadora da Organização das Nações Unidas (ONU) e tem um relacionamento estreito com a UNICEF — fatores que dialogam diretamente com o conceito é a proposta da coleção de Raquel Davidowicz.

 

Ver galeria . 7 Fotos Zé Takahashi / Ag. FOTOSITE
(foto: Zé Takahashi / Ag. FOTOSITE )
 

 

*Estagiária sob supervisão de Jacqueline Saraiva

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade