Publicidade

Correio Braziliense NEURÔNIOS EM DIA

Alguns minutos de exercício físico já podem turbinar a memória


postado em 26/04/2018 12:25

Pequenos intervalos de atividade física podem potencializar o aprendizado na sala de aula. Essa foi a conclusão de um estudo realizado recentemente pela Universidade de McMaster no Canadá. Os pesquisadores estudaram, em adultos, o efeito de três intervalos de 5 minutos de atividade física durante aulas de 50 minutos online. Eles conseguiram demonstrar que esses intervalos aumentavam as capacidades de atenção, retenção de memória e do aprendizado de uma forma geral, imediatamente após a aula e 48h depois. Grupos controle nesse estudo incluíram ausência de intervalos ou intervalos em que os participantes jogavam videogame. Esses resultados já haviam sido demonstrados nas crianças, mas foi a primeira vez entre os adultos.
(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
Se isso lhe parecer difícil de ser colocado em prática, lembre-se pelo menos de se levantar da cadeira por uns minutinhos a cada meia hora. Essa simples atitude pode ter um efeito benéfico na prevenção de doenças metabólicas e cardiovasculares e este ano tivemos uma pista que o cérebro também é contemplado com os efeitos benéficos desse hábito. Uma pesquisa da UCLA nos EUA mostrou que as pessoas que ficam longos períodos sentadas têm o volume do lobo temporal mesial reduzido, estrutura crítica para a formação da memória. Isso ocorria mesmo entre os indivíduos que praticavam atividade física de alta intensidade fora do trabalho. Então, se você trabalha sentado, e não der para fazer intervalos de exercício físico, pelo menos se levante para pegar uma água uma ou duas vezes por hora. Que tal?      
 
 
*Ricardo Teixeira é neurologista e Diretor Clínico do Instituto do Cérebro de Brasília      

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade