Publicidade

Correio Braziliense CASA

Dicas de como incrementar seu cartão de visitas, o lavabo

O lavabo é um cômodo de extensão da sala que permite ousar na decoração com charme e elegância para receber os convidados


postado em 27/05/2018 07:00 / atualizado em 25/05/2018 17:39

Papel de parede Em clima de descontração, a combinação de cores cria uma decoração divertida e moderna. No ambiente do arquiteto Marcelo Rosset, o bege da cuba e o tom berinjela com o grafismo do papel de parede conferem um visual harmonioso e jovial.(foto: Denise Delalamo Comunicação/Divulgação)
Papel de parede Em clima de descontração, a combinação de cores cria uma decoração divertida e moderna. No ambiente do arquiteto Marcelo Rosset, o bege da cuba e o tom berinjela com o grafismo do papel de parede conferem um visual harmonioso e jovial. (foto: Denise Delalamo Comunicação/Divulgação)
O lavabo é um local da casa que serve para agregar conforto, carinho e aconchego às visitas. Segundo a arquiteta Silvana Albuquerque, esse cômodo é uma extensão da sala e deve ter a mesma atenção que os outros espaços. “Não importa se a decoração é clássica, moderna ou rústica. É necessário que todos os ambientes se harmonizem e sigam a mesma linguagem.”

A decoração é o reflexo da personalidade do dono da casa ou do apartamento. Cada pessoa tem um gosto, um jeito e uma cor preferida. O importante, porém, é proporcionar aconchego aos que por ali passam. “Observe as condições adequadas do seu espaço e solte a imaginação. Utilizar revestimentos diferenciados nas paredes — mármore, madeira, papel de parede ou tecido — trazem sofisticação e comodidade. O aromatizador de ambientes e as flores proporcionam carinho à visita”, completa Silvana.

Duplo espelho Neste lavabo, a arquiteta Nina Abadjieff optou por usar dois estilos de espelho: um amplo e quadrado e outro redondo com fitas de led ao redor que exerce também função decorativa. Os espelhos criam uma sensação maior de amplitude.(foto: Osvaldo Castro/Divulgação)
Duplo espelho Neste lavabo, a arquiteta Nina Abadjieff optou por usar dois estilos de espelho: um amplo e quadrado e outro redondo com fitas de led ao redor que exerce também função decorativa. Os espelhos criam uma sensação maior de amplitude. (foto: Osvaldo Castro/Divulgação)
O arquiteto Marcelo Rosset diz que não há uma regra de decoração no lavabo, mas que o ideal é ele ser prático e de fácil acesso a todos. “Acessibilidade, boa iluminação para maquiagem, circulação livre, vasos com plantas, bandejas decorativas, fotografias, materiais fáceis de limpar e um lindo espelho são acessórios que não podem faltar em um charmoso e elegante lavabo.”

Há quem diga que as cores claras são monótonas, mas, na decoração, a realidade é outra. Segundo a arquiteta e sócia do Estúdio Samambaia Ana Maria Arruda Botelho Pereira de Magalhães, as cores indicadas para esse tipo de ambiente são as claras. “A maioria dos lavabos são pequenos e com a iluminação natural restrita — ou, até, inexistente. Os tons claros melhoram a sensação espacial e fazem com que o ambiente pareça maior. Uma parede pode ser pintada em uma cor contrastante e escura para criar uma noção de profundidade.”
Flutuante O lavado assinado pela arquiteta Bárbara Paiva traz chapas de MDF laqueado brilhante na cor bordô, revestindo as paredes e o teto do espaço e criando, assim, uma caixa monocromática no ambiente. Com uma grande e impactante bancada no mesmo tom, a leveza do ambiente fica por conta da peça, que não tem suporte e visualmente flutua de um ponto a outro, entre as paredes e também pelo sanitário suspenso, que segue a mesma proposta, assim como o espelho, que vai até o teto, mas não toca o chão. O piso de madeira garante contraste e luminosidade ao ambiente, que conta ainda com toque metalizado explorado nas louças. (foto: Edgard Cesar/Divulgação)
Flutuante O lavado assinado pela arquiteta Bárbara Paiva traz chapas de MDF laqueado brilhante na cor bordô, revestindo as paredes e o teto do espaço e criando, assim, uma caixa monocromática no ambiente. Com uma grande e impactante bancada no mesmo tom, a leveza do ambiente fica por conta da peça, que não tem suporte e visualmente flutua de um ponto a outro, entre as paredes e também pelo sanitário suspenso, que segue a mesma proposta, assim como o espelho, que vai até o teto, mas não toca o chão. O piso de madeira garante contraste e luminosidade ao ambiente, que conta ainda com toque metalizado explorado nas louças. (foto: Edgard Cesar/Divulgação)

Truques 

  • Na maioria das vezes, os lavabos são espaços pequenos e demandam soluções criativas para aproveitar o espaço.
  • Uma dica legal é usar uma cesta de palha ou uma caixa decorativa para deixar guardado alguns rolos de papel higiênico extra ou alguns objetos que os convidados possam precisar, como absorvente feminino, remédios para dor de cabeça ou ressaca, curativos, cotonetes, grampos de cabelo, laquê e lenços de papel.
  • A iluminação do lavabo precisa ser caprichada perto da pia, porque algumas pessoas precisarão olhar a aparência.
  • A lixeira deve ser discreta. Não dê muita ênfase para ela, mas se preocupe em escolher um modelo coerente com o resto da decoração.
  • Use o saquinho da cor do cesto de lixo e do tamanho certo. A sacola de supermercado com as alças penduradas para fora não ajuda na ambientação.
  • Ao lado da pia é onde você se deve caprichar mais na decoração. Escolha uma bandeja bonita composta com objetos variados.
    Revestimento 3D O lavabo produzido por Penélope Batista está inserido em um contexto maior, o de uma clínica médica, e, por esse motivo, a profissional apostou em um projeto que revela a essência do local, que é acessível, aconchegante e nobre. Penélope explora linhas retas, presentes na bancada, na cuba e no espelho, em conjunto com materiais mais nobres, como o revestimento em 3D e o mármore travertino polido. O jogo de contraposição está presente ainda nos tons mais escuros, que expressam a ideia de luxo, compondo com detalhes mais simples, o que garante equilíbrio ao espaço.(foto: Reprodução)
    Revestimento 3D O lavabo produzido por Penélope Batista está inserido em um contexto maior, o de uma clínica médica, e, por esse motivo, a profissional apostou em um projeto que revela a essência do local, que é acessível, aconchegante e nobre. Penélope explora linhas retas, presentes na bancada, na cuba e no espelho, em conjunto com materiais mais nobres, como o revestimento em 3D e o mármore travertino polido. O jogo de contraposição está presente ainda nos tons mais escuros, que expressam a ideia de luxo, compondo com detalhes mais simples, o que garante equilíbrio ao espaço. (foto: Reprodução)

Economia 

  • Os espelhos — de formatos e tamanhos diferentes — são peças importantes no lavabo. Eles dão a sensação de aumentar o espaço e são ótimas peças decorativas.
  • Você pode comprar um espelho antigo com uma moldura bacana e diferenciada e pintar com spray na cor desejada.
  • Se no local tem uma bancada para a pia, mas não há gabinete, coloque uma prateleira abaixo dela e preencha com cestas ou caixas decorativas, recheadas com itens de higiene pessoal.
  • Caso tenha só o lavatório, use uma cesta maior apoiada no piso.
  • É legal colocar alguns quadrinhos no lavabo. Pense em dispô-los em frente e ao lado do vaso, de forma que a pessoa sentada não fique olhando para a parede “chapada”.
  • Papel de parede ou tecidos dão um ar superaconchegante ao lavabo.

Fonte: Ana Maria Arruda Botelho Pereira de Magalhães, arquiteta e sócia do Estúdio Samambaia
Pedra natural Com parede e bancada em pedra natural, a proposta da arquiteta Silvana Albuquerque exala naturalidade e leveza. Os tons mais claros garantem sensação de amplitude e são um excelente recurso para ambientes pequenos. Os espelhos também são aliados. O aproveitamento do espaço pode ser percebido ainda no porta-toalhas, explorado na própria pedra, na parte inferior da bancada. O toque minimalista está presente ainda na cuba transparente e na louça em tom prata e na arandela, também em metal, colocada no espelho. (foto: Haruo Mikami/Divulgação)
Pedra natural Com parede e bancada em pedra natural, a proposta da arquiteta Silvana Albuquerque exala naturalidade e leveza. Os tons mais claros garantem sensação de amplitude e são um excelente recurso para ambientes pequenos. Os espelhos também são aliados. O aproveitamento do espaço pode ser percebido ainda no porta-toalhas, explorado na própria pedra, na parte inferior da bancada. O toque minimalista está presente ainda na cuba transparente e na louça em tom prata e na arandela, também em metal, colocada no espelho. (foto: Haruo Mikami/Divulgação)
 
 
*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade