Publicidade

Correio Braziliense CASA

Cozinha gourmet: aliada da organização e integração entre ambientes

Sofisticação e leveza estão entre as tendências para uma das áreas mais nobres da casa


postado em 29/07/2018 08:00 / atualizado em 27/07/2018 15:26

A ideia de receber convidados na cozinha preocupa qualquer anfitrião: como usar o espaço para deixar as pessoas confortáveis? E onde colocar toda a bagunça típica do local? O espaço gourmet surge, então, como uma alternativa — e, muitas vezes, solução — de organização e integração de ambientes.

A tendência não se restringe apenas à cozinha e pode ser usada em diferentes cômodos da casa, até mesmo na varanda, trazendo sofisticação às residências.

“As cozinhas são espaços sociais e estão cada vez mais integrados às áreas nobres das casas. Essa é uma grande tendência”, observa a arquiteta e decoradora Yeda Garcia.

Segundo ela, a mudança de comportamento fez com que o local se tornasse um ambiente de entretenimento para o casal e possíveis convidados, deixando de ser um espaço apenas para o preparo dos alimentos.

“Os hábitos estão mais sofisticados. Há um interesse na degustação de cervejas, queijos e vinho, por exemplo. Isso gera uma demanda de novos espaços e a casa exige uma mudança física”, explica.

O novo espaço aparece, sobretudo, de forma bastante funcional — virado para os convidados e com todos os utensílios próximos às mãos.

Uma questão importante, de acordo com os profissionais da área, é agregar ao ambiente o gosto pela degustação, criando um clima harmonioso no momento de cozinhar.

“É importante que ele esteja próximo ao espaço de ‘estar’, como o living. É a questão de dividir a experiência com os amigos, sem todo aquele isolamento”, indica Yeda.

Para o arquiteto André Alf, a valorização dos chefs e a paixão pelos programas de tevê podem ser outra razão para a alta dos espaços gourmets.

“Como as pessoas optam cada vez mais por estar em casa, vejo esse espaço como algo mais lúdico”, diz.

Bancadas

A parte técnica, como móveis na medida correta, espaço adequado entre as bancadas e planejamento dos equipamentos utilizados não pode faltar. Mas, segundo ele, vale a pena investir em algo mais livre.

“Acredito muito que o estilo não precisa estar atrelado ao restante da casa, mas precisa, de alguma forma, compor com o ambiente, ou seja, ter um referencial”, recomenda.

O arquiteto garante que as regras existem, mas que podem facilmente se moldar ao espaço físico e às necessidades de cada um. 

O espaço gourmet permite elementos que não se veria em uma cozinha tradicional, como uma bancada sofisticada e um acabamento elaborado, por não sofrer o desgaste do dia a dia.

Cores mais neutras, quadros pelas paredes, bancadas em diferentes tamanhos e alturas — o que vale, aqui, é a criatividade que contribua para a permanência.

Dicas
Quer deixar o espaço gourmet ainda mais especial?
 
• Aposte em um jardim vertical. Além de dar um toque natural, ele traz conforto à composição do ambiente.
• Opte pelos ladrilhos coloridos
• Procure por cadeiras modernas, com diferentes tamanhos, alturas e design. Elas podem dar um toque a mais na bancada.
• Capriche na capacidade de armazenamento, com armários e pequenos compartimentos.
• Aproveite os espaços, ou seja, aposte em uma decoração integrada.

Refúgio gastronômico

(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Uma área gourmet integrada, um amplo espaço, soluções modernas e um convite real à convivência. O ambiente assinado por André Alf foi inspirado em pessoas que, como o autor, adoram cozinhar para os amigos e apreciam a arte e o design. Um dos destaques é a mistura de elementos e composições. Enquanto em uma das paredes do espaço é possível ver grande painel em quartzito Galápagos, na área destinada ao preparo de alimentos aprecia-se uma iluminação acolhedora e ainda uma grande bancada em Neolith Armani.


Varanda gourmet 

(foto: Jomar Bragança/Divulgaçao)
(foto: Jomar Bragança/Divulgaçao)
Com 44m², a varanda gourmet assinada pela dupla Flávia Nasr e Laísa Carpaneda, do escritório Carpaneda&Nasr, traz pedras mais escuras para compor um ambiente sofisticado, atemporal e moderno. A iluminação cênica e o pergolado que separa a área de cozinhar contribuem para um ambiente aconchegante, enquanto as paredes com pintura de quadro-negro e o papel de parede em tons de cinza reforçam a atmosfera contemporânea e criam um cenário neutro e convidativo.


Living para amantes da boa mesa 

(foto: Jomar Braganca/Divulgacao)
(foto: Jomar Braganca/Divulgacao)
A ideia do espaço da arquiteta Yeda Garcia é compartilhar bons momentos entre amigos e familiares, que têm em comum a paixão por cozinhar e receber. Com inspiração Art Déco, a paleta de cores permeia os tons de cinza, dourado e preto e compõe com uso de piso em mármore, escolha em sintonia com o conceito de atemporalidade, que leva naturalidade e beleza ao ambiente social.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade