Publicidade

Correio Braziliense FITNESS & NUTRIÇÃO

Como se livrar da gordurinha

Manter uma alimentação saudável e exercitar o corpo como um todo são a chave para perder aqueles excessos indesejáveis


postado em 26/08/2018 08:00 / atualizado em 24/08/2018 15:09

  
A gordura localizada incomoda muita gente. Ela aparece com facilidade, mas, para sumir, dá muito trabalho. Assim, surgem centenas de fórmulas, dietas e tratamentos que prometem acabar com esses excessos. Porém, se o objetivo é perdê-los de forma natural, não há como escapar: alimentação saudável e exercício físico devem fazer parte da rotina.

Segundo Michelle Mileto Troitinho, nutricionista do centro médico e spa Kurotel, geralmente, a gordura localizada surge como consequência dos maus hábitos alimentares e do sedentarismo. Ela explica que uma dieta rica em açúcar, carboidrato branco, fritura, entre outras substâncias, proporciona o crescimento de bactérias patogênicas, mudando a flora intestinal e diminuindo as bactérias benéficas.

“Como esses alimentos são pobres em fibras e ricos em gorduras saturadas ou hidrogenadas, há um pico glicêmico. O aumento da insulina estimula a célula de gordura a crescer. Então, começa a surgir a gordura localizada”, explica.

De acordo com Talles Sucesso, educador físico da academia Bodytech, a genética também influencia. Segundo o personal, as mulheres têm uma tendência maior a acumular gordura nos membros inferiores, como quadris e parte interna da coxa, na região das costas e nos tríceps. Já os homens, normalmente, na região da cintura.

Talles explica que depois de acumulada, perder a gordurinha demanda muito esforço e disciplina. Ele afirma que é preciso trabalhar a perda no geral. “Ela é diminuída com um conjunto de fatores, entre eles, a dieta, o treino de musculação de alta intensidade e o cardiorrespiratório, de maneira intercalada com o de alta intensidade. Essas são as melhores estratégias fisiológicas para que você possa diminuir gordura de maneira generalizada”, indica.

Na prática


A empresária Luana Stuckert, 39 anos, aprendeu a lição. Ela conta que já diminuiu consideravelmente suas medidas e afirma que os quadris e as coxas foram as regiões em que teve mais dificuldade de emagrecer. “Até brinco com o professor: eu já emagreci tanto no rosto e quero emagrecer o culote.”

A diferença no corpo de Luana é visível e o resultado veio com muita dedicação. Ela comenta que mudou completamente os hábitos alimentares e hoje intercala o treino de musculação com os exercícios cardiorrespiratórios, além de outras atividades. “Eu comecei a fazer atividade física constante e entendi que, com a musculação, você também consegue perder medidas. A gente fica naquela história de duas horas de esteira, mas a musculação faz muita diferença”, garante.

Luana prova que não basta focar apenas em atividades para o abdome. Se o objetivo é se livrar daquele excesso no quadril ou na barriga, a dica é movimentar o corpo por completo. Talles destaca que, antigamente, as pessoas costumavam se dedicar aos exercícios abdominais para perder a barriga; porém, essa prática é para fortalecer o abdome. O que ajudará na perda é a junção de todas as atividades.

Atividades aliadas


O educador físico Talles Sucesso mostra alguns exercícios que podem ajudar na perda da gordura localizada. Quem o executa é a empresária Luana Stuckert. Confira:

Prancha :Trabalha a região do Core, conjunto de musculatura que envolve a cintura.(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Prancha :Trabalha a região do Core, conjunto de musculatura que envolve a cintura. (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Esteira: Exercícios cardiorrespiratórios também são ótimos para a perda de gordura(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Esteira: Exercícios cardiorrespiratórios também são ótimos para a perda de gordura (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Agachamento: Exercício multiarticular, ele tem uma ativação alta na região do abdome(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Agachamento: Exercício multiarticular, ele tem uma ativação alta na região do abdome (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
 
 Corda naval: Exercício cardiorrespiratório no qual predomina o trabalho com os membros superiores(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Corda naval: Exercício cardiorrespiratório no qual predomina o trabalho com os membros superiores (foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
 

Alimentação


Evite

Açúcar
Frutose industrializada (barrinha de cereal, suco de caixinha etc.)
Carboidrato branco
Gordura hidrogenada (presente nos folhados, sorvetes e chocolates)
Gordura saturada
Pele do frango, gordura da carne vermelha e corante

Eles podem ajudar

Pimenta-vermelha e pimenta-do-reino
Gengibre
Canela
Chá-verde
Açafrão da terra
Erva-mate

Fonte: Michelle Mileto Troitinho, nutricionista do Centro médico e Spa Kurotel

Influência da idade 

Você sabia que, quanto mais a idade avança, fica mais fácil ganhar gordura e mais difícil perdê-la? Segundo a nutricionista Michelle Mileto, conforme o ser humano vai envelhecendo, menos caloria ele precisa durante o dia. Uma pessoa de 20 anos consome em média 2.000 calorias diárias, já uma de 40 gasta apenas cerca de 1.300 calorias.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade