Publicidade

Correio Braziliense ESTÉTICA

A vez deles: cresce a procura de homens por depilação

Apesar de muitos ainda se sentirem constrangidos, aos poucos, vão quebrando a barreira do preconceito


postado em 02/09/2018 07:00 / atualizado em 02/09/2018 09:26

Incentivado pela mulher, o engenheiro Hélio Costa se tornou adepto da depilação há dois anos (foto: Ed Alves/CB )
Incentivado pela mulher, o engenheiro Hélio Costa se tornou adepto da depilação há dois anos (foto: Ed Alves/CB )

Durante muito tempo, salões de beleza e espaços destinados à depilação eram ambientes essencialmente femininos. Hoje, esse cenário apresenta mudanças significativas, e os homens se tornam presenças assíduas.

 

A procura do público masculino pelos serviços de depilação está intimamente relacionado à maior liberdade dos homens de exercitar a vaidade e os cuidados com a aparência. O que antes era motivo de chacota entre os amigos, agora, tem se tornado curiosidade e pedidos de indicação.

 

O engenheiro de software Hélio Costa, 47 anos, começou a fazer depilação com cera há cerca de dois anos. Com muitos pelos na região do peito e da barriga, ele se incomodava e aceitou a ideia da mulher.

 

A primeira vez, confessa, foi traumática. Depilado pela própria mulher, a dor intensa não contribuiu para que Hélio continuasse com a prática. “O homem não é tão resistente à dor quanto a mulher. Eu sofri bastante”, constata.

 

O efeito liso, no entanto, foi o motivador para que o engenheiro buscasse profissionais da área e transformasse a depilação em um hábito. Hélio lembra que costumava ter muitos pelos encravados e, depois que começou a usar a cera quente, o problema diminuiu consideravelmente. A sensação de limpeza e de higiene também contribuiíram para que ele continuasse se depilando.

 

Com relação às brincadeiras machistas dos amigos e colegas, Hélio afirma não se importar. “Eles fazem piadinhas, mas eu mesmo já brinco antes. É preciso ter leveza com essas coisas e não se deixar afetar. Eu rio junto”, conta.

 

Ricardo Triano, especialista em depilação masculina e biossegurança, vai além e afirma que as brincadeiras e o julgamento com relação à depilação masculina não partem só dos homens.  “Muitos homens têm vergonha de ir ao salão ou às casas de depilação porque as mulheres ficam olhando, dão risadinhas e fazem comentários. Eles ficam constrangidos”, observa Ricardo, que é embaixador oficial da linha Depil Homme.

 

Ele explica ainda que esse é um dos motivos pelos quais eles têm preferido espaços exclusivamente masculinos — demanda que tem crescido nos últimos tempos.  

 

Trabalhando na área há quatro anos, Ricardo afirma que conforto, higiene e uma exigência maior das mulheres estão entre os principais motivos pelos quais eles começaram a investir mais no serviço. O profissional acrescenta ainda outros benefícios: a ausência de pelos ajuda na prática de exercícios e mostra melhor a definição muscular.

 

Hábitos 

 

De acordo com Ricardo Triano, as regiões que os homens mais depilam são o peitoral, as axilas, as costas e o abdômen — diferentemente das mulheres, que fazem mais as pernas e a virilha. Outra diferença é que, no caso dos homens, que têm o pelo mais grosso, a cera deve ser aplicada em faixas menores, o que faz com que o serviço fique mais demorado.

 

Depiladora da clínica Vitalisse, Geane Santos de Andrade Cunha trabalha na área há 10 anos e afirma não ver grandes diferença no atendimento de homens e de mulheres. Eles apenas costumam ser mais tímidos que o público feminino.

 

Geane ressalta, porém, que a timidez deles já diminuiu bastante com o processo tornando-se natural. “Mas os que depilam as regiões íntimas ainda ficam constrangidos.”

 

Na hora de escolher o tipo de cera, as mais buscadas são as que têm ativos analgésicos e prometem um processo menos dolorido. A azul é, atualmente, a queridinha.


Cuidados importantes

- Faça esfoliação corporal três ou quatro dias antes da depilação. O processo ajuda a remover células mortas e a prevenir pelos encravados.

- Apare os pelos mais compridos. Isso faz com que a remoção seja menos dolorida.

- Não tome sol antes ou logo depois da depilação.

- Evite banhos muito quentes no mesmo dia do procedimento.

- Não use produtos que tenham álcool na composição, como cremes e desodorantes.

- Use loções pós-depilação.

- Evite a prática de atividade física no mesmo dia. O suor entra nos poros dilatados e nos folículos capilares e pode causar inflamações.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade