Publicidade

Correio Braziliense

Esmaltes e maquiagens conquistam o público masculino

Celebridades provam que maquiagem e esmalte também são coisas de homem. E empresas lançam linhas específicas para o público masculino


postado em 19/09/2018 16:58 / atualizado em 19/09/2018 16:57

A campanha da nova linha da Risqué conta com a participação do fotógrafo Beto Gatti(foto: Beto Gatti/Instagram)
A campanha da nova linha da Risqué conta com a participação do fotógrafo Beto Gatti (foto: Beto Gatti/Instagram)
 
Seal, Zac Efron, Johnny Depp são alguns dos famosos que foram clicados, recentemente, com as unhas pintadas. Fugindo das habituais bases incolor, essas celebridades têm ousado na escolha das cores — quase sempre em tons escuros, como azul, preto e, até mesmo, vermelho. Além dos esmaltes, a Chanel anunciou o lançamento da Boy de Chanel, a primeira linha masculina de maquiagem da história da marca que, no Brasil, está prevista para chegar no início do ano que vem.

A inclusão no mercado desses homens vaidosos — que usavam produtos, até então, feitos apenas para mulheres — abriu novas e importantes conversas sobre padrões e comportamentos. São questões que parecem se tornar uma grande tendência de moda, incentivando o público masculino a fazer algo diferente e a se libertar de conceitos estabelecidos.

Para a dermatologista Barbara Uzel, do Hospital Anchieta, os homens não têm muita paciência para administrar diversos cosméticos. Por isso, quando as marcas lançam linhas exclusivas para eles, já associam várias funções a um só produto. “Pode ser um produto que tenha função hidratante e proteção sola, por exemplo. Eles gostam de ser mais práticos”, justifica.

Para Ana Carolina Candia, cosmetóloga esteticista e biomédica, a preocupação do público masculino vai além da estética. Eles querem aliar saúde e beleza em um combo só. Por isso, a melhor maneira de obter um resultado mais eficiente e sustentável é conciliar um tratamento estético integrativo, ou seja, a cura de dentro pra fora.
 

Underground e mainstream


Não é de hoje que os homens têm aderido à onda dos esmaltes e das maquiagens. Artistas do universo alternativo, por exemplo, sempre recorreram a esses aparatos para compor um visual que fugisse do comum, um atrativo para torná-los mainstream — de conhecimento do grande público.
 
Ver galeria . 9 Fotos Na década de 1970, em pleno regime militar, Ney Matogrosso ousava em maquiagens artísticas e trajes extravagantes com o grupo Secos e MolhadosDivulgação
Na década de 1970, em pleno regime militar, Ney Matogrosso ousava em maquiagens artísticas e trajes extravagantes com o grupo Secos e Molhados (foto: Divulgação )
 
 

A pele masculina


É importante entender que a pele masculina é diferente da feminina. Ana Carolina Candia, cosmetóloga esteticista e biomédica, explica as diferenças e dá dicas de cuidados:
 
Os homens têm mais glândulas sebáceas que as mulheres e, portanto, mais poros. A produção de sebo é o dobro da feminina, de maneira que a pele deles é mais oleosa. Por isso, tende a ser mais brilhante e tem mais formação de impurezas, acne e comedões (os famosos cravos). Já as mulheres têm a pele mais fina. Na menopausa, tende a ficar ainda mais.
 
Justamente por terem mais disponibilidade a acne e impurezas, eles precisam controlar com maior frequência a oleosidade e a produção de sebo, com produtos livres de óleo e toque seco, por exemplo. Isso ajuda a não aumentar ou agravar o quadro.
 
Não dormir com a maquiagem! Quando se dorme de maquiagem ou sem a assepsia correta da pele, os poros ficam intoxicados, não deixando a pele respirar. Uma coisa muito importante é evitar lavar o rosto com sabonete em barra.
Dê preferência aos neutros e líquidos.
 
Hábitos alimentares ruins, sedentarismo, estresse, tabaco e descompensações hormonais são os principais responsáveis por deformidades estéticas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade