Publicidade

Correio Braziliense CASA

DNA Brasileiro no Design

O mobiliário produzido por designers nacionais caiu de vez no gosto dos apaixonados por decoração


postado em 02/10/2018 17:00 / atualizado em 02/10/2018 14:53

“Cada vez mais o consumidor procura peças que tenham história.” É assim que Pedro Franco, designer e CEO da A Lot Of Brasil, define o momento que o design brasileiro vive. Em palestra na feira de decoração ABCasa, em agosto, ele comentou que o consumidor está à procura de peças que sejam únicas e que transmitam verdades.
A banqueta Bossa Nova é assinada por Claudia Mazzieri e Pepê Lima e tem estrutura em aço inox e acabamento em tecido italiano. (foto: Jomar Bragança/Divulgação)
A banqueta Bossa Nova é assinada por Claudia Mazzieri e Pepê Lima e tem estrutura em aço inox e acabamento em tecido italiano. (foto: Jomar Bragança/Divulgação)

Seguindo a tendência, a CasaCor Brasília 2018 conta com diversos ambientes com móveis e características intrinsecamente brasileiras. Manuella Leite e Clarissa Braga, arquitetas da Esquina Arquitetura, exploraram o design e a arte brasileira em seu ambiente, Caixa de Memórias. “Somos apaixonadas pelas belezas do nosso país e, por isso, defendemos sempre os resultados magníficos que os designers daqui têm apresentado”, declararam.

“Percebemos que essa valorização do design local tem sido explorada nos projetos de arquitetura. Os arquitetos estão fazendo a sua parte e educando seus clientes a conhecerem o valor dessas peças” completaram as arquitetas.

No ambiente Anexo Concreto, idealizado pelo escritório Carpaneda e Nasr, todos os móveis são assinados por brasileiros. A arquiteta Laísa Carpaneda conta que se inspira em movimentos artísticos brasileiros para criar os projetos.

“Uma de nossas grandes influências é o modernismo, muito bem representado por Oscar Niemeyer e Lucio Costa. O movimento expressa algumas coisas em que acreditamos: valorização da realidade nacional, funcionalismo, formas geométricas bem definidas, panos de vidro contínuos nas fachadas e integração da arquitetura com o entorno.”
A cadeira Esqueleto, feita pelo designer Pedro Franco, tem estrutura de metal e encosto de madeira líquida injetada com açaí, coco, acerola e outros materiais naturais e brasileiros. (foto: Pedro Franco/Divulgação)
A cadeira Esqueleto, feita pelo designer Pedro Franco, tem estrutura de metal e encosto de madeira líquida injetada com açaí, coco, acerola e outros materiais naturais e brasileiros. (foto: Pedro Franco/Divulgação)

Alinhado com o tema da edição 2018 da CasaCor, Casa Viva, o Anexo Concreto tem a madeira, a pedra e os tecidos em tons naturais como destaque. “Uma das características marcantes do nosso design é a manufatura, contrapondo-se à produção em série. Os resultados são móveis únicos, que nos dizem como foram feitos”, ressalta Laísa.

“Temos que usar a diversidade brasileira, e não uma regra única. O rico é explorar a cultura diversa de cada parte que compõe nosso país”, conclui o designer Pedro Franco. Laísa acrescenta que a diversidade do Brasil, tanto na estética quanto nos materiais, proporciona peças únicas “São verdadeiras obras de arte e, felizmente, já estão sendo reconhecidas como tal, tanto pelos clientes quanto pelos profissionais.”

 
Espaço Anexo Concreto, de Carpaneda e Nasr(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Espaço Anexo Concreto, de Carpaneda e Nasr (foto: Jomar Bragança/Divulgação)
 
Muitos dos móveis usados no espaço foram da coleção Qubo, uma parceria entre a marca de móveis para exteriores Mac e diversos designers brasileiros. 

Mesa de centro Oca — Sérgio Matos é um designer brasileiro baseado em Campina Grande, na Paraíba. Dono de um estúdio que leva seu nome, ele desenvolve móveis e projetos que buscam unir a multiculturalidade brasileira com as técnicas artesãs.

Mesa lateral Grilo — A dupla de arquitetos e designers Luiz F. Costa e Rodrigo Irffi cria móveis atemporais, com elegância e simplicidade. Já expuseram suas criações em diversos salões nacionais e internacionais. A mesa lateral Grilo é um móvel artesanal com estrutura de alumínio e acabamento em madeira Cumaru.

Cadeira Louva-a-Deus — Médico de formação, Márcio Sassine começou a investir no design de móveis há pouco tempo. Uma de suas primeiras peças, a cadeira Louva-a-Deus, foi premiada internacionalmente no A’Design Award Competition de 2018, a maior competição de design com júri do mundo.

No Anexo Concreto, a integração entre a arquitetura e o meio ambiente é um ponto muito importante para as arquitetas, que têm como inspiração o movimento modernista brasileiro.

A banqueta Bossa Nova é assinada por Claudia Mazzieri e Pepê Lima e tem estrutura em aço inox e acabamento em tecido italiano. 

 
Espaço Caixa de Memórias, da Esquina Arquitetura(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
Espaço Caixa de Memórias, da Esquina Arquitetura (foto: Jomar Bragança/Divulgação)
 
 
O ambiente está cheio de peças de designers renomados no Brasil e no exterior.

Poltrona Salsa (preta) — Pedro Franco é designer e fundador da marca A Lot Of Brasil — primeira fábrica brasileira a participar do Salão Internacional do Móvel em Milão. O designer teve vários móveis premiados nacional e internacionalmente, como a Cadeira Esqueleto e a Poltrona Supernova. Além do design inovador, Pedro usa de tecnologias e materiais inusitados, como alumínio reciclado, fibras de acerola, coco e açaí, entre outros. Em 2017, seu sofá Antropófago foi apontado pelo jornal The New York Times como uma das quatro tendências do salão de Milão.

Cadeira Saccaro (furinhos) — A cadeira Tenreiro, da Saccaro, é uma homenagem ao marceneiro e designer de móveis Joaquim Tenreiro. Nascido em Portugal, Joaquim veio para o Brasil trabalhar como marceneiro. 

Na década de 1940, montou sua própria empresa de móveis, e suas criações foram muito aclamadas, estando presentes em órgãos importantes, como o Itamaraty.

Mesa de centro Revoar e estantes Arestas — Ambas são criação de Bruno Faucz, designer catarinense. Bruno se formou em design mobiliário em 2007 e, desde então, já expôs suas criações em diversos salões nacionais e internacionais, como o Salão do Móvel de Milão e durante a semana de design de Paris.

Carrinho de bar — Obra do arquiteto e designer paulista Fabrício Roncca. Em seus projetos, ele busca combinar o design com a sustentabilidade, sempre inspirado na arquitetura brasileira. 

 
*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte


 
Ver galeria . 4 Fotos
"Além de design dos mobiliários, usamos muita arte brasileira, como o trabalho do Christus Nóbrega, com as fotografias trabalhadas em tecidos e rendas, as esculturas da Fabiana Queiroga e as artes produzidas pelo Leo Romano e Ieda", ressaltam as arquitetas da Esquina Arquitetura. (foto: Jomar Bragança/Divulgação )

Correio premia

Pela segunda vez, o Correio Braziliense premiará 10 projetos e arquitetos da mostra. Entre 24 de setembro e 24 de outubro, os leitores poderão votar em seus projetos preferidos da CasaCor Brasília em quatro categorias: meu sonho de sala, meu sonho de cozinha, meu sonho de quarto e meu sonho de banheiro. As outras categorias serão decididas por um júri técnico a ser convidado. São elas: uso de obra de arte, originalidade, melhor uso de luz, melhor paisagismo e o prêmio especial, que avaliará representatividade, inovação e sustentabilidade. A solenidade de premiação será em 25 de outubro.


CasaCor Brasília 2018 

 
Visitação: de terça a sexta, das 15h às 22h
Sábado, domingo e feriado, das 12h às 22h
Duração: até 30 de outubro, sendo os dois últimos dias 
dedicados ao Special Sale da mostra, com descontos de até 60%.
Endereço: Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 1, número 975
Entrada: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade