Publicidade

Correio Braziliense FITNESS & NUTRIÇÃO

Respiração correta é importante para a atividade física

Entenda por que a respiração é uma ferramenta vital para o bom desempenho em atividades físicas


postado em 28/10/2018 08:00 / atualizado em 26/10/2018 14:06

A respiração é uma ferramenta vital para o bom desempenho em atividades físicas. O ato de inspirar e expirar de maneira ritmada e consciente faz o oxigênio levar nutrientes para as células e auxilia a musculatura no momento dos exercícios. Por outro lado, o gás carbônico é liberado após o processo. Essa troca é de extrema importância para os músculos, que ganham mais resistência.

Para o médico José Wilson Ribas, especialista em performance esportiva na modalidade de treinos de alta intensidade e diretor técnico da Clínica Reviv, durante as atividades, o corpo precisa de uma demanda maior ventilatória, especialmente nos exercícios de alta intensidade. Para ele, uma respiração eficiente é fundamental para o bom desempenho esportivo.

Ele explica que, como a necessidade de ventilação é maior, muitas vezes, o nariz não é capaz de puxar o ar sozinho. “Por isso, muita gente costuma abrir a boca para respirar. Esse fato pode ser considerado normal e não chega a trazer problema durante o exercício.”

Porém, o médico adverte: inspirar pelo nariz, geralmente, é melhor, porque o ar entra quente e úmido no pulmão, além de ser filtrado pelos cílios das narinas. Caso não respire adequadamente, dores diafragmáticas (abaixo do pulmão), desconfortos ou até mesmo desmaios, devido à hiperventilação, poderão acontecer nos treinos.

A professora Danielle Lins Sales, 41 anos, sempre praticou atividades físicas. Há algum tempo, apaixonou-se por corrida de rua, que pratica no calçadão da Samambaia Norte. “Participo, com o meu filho, de competições”, diz. Ao experimentar formas para potencializar o rendimento nas corridas, percebeu que a respiração correta ajuda muito nesse quesito. E aprendeu na vivência. Ela conta que puxa o ar pelo nariz e solta pela boca com um intervalo duplo.
 
(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)


De acordo com Sergio Avelino, coordenador do curso de educação física do Iesb e mestre em envelhecimento e exercício físico, não há uma regra a ser seguida quando o assunto é respiração nos treinos. O importante é usar a forma que fique mais agradável ao praticante. “Não existe aquele tabu de inspirar pelo nariz e expirar pela boca. Na prática da musculação, a respiração já se torna importante para a qualidade do exercício.”

O especialista ensina que, sempre que estiver na contração muscular — na parte pesada do treino —, deve-se expirar pela boca. Enquanto na parte leve, deve-se inspirar. Para ele, esse método é o mais indicado para a maioria dos praticantes de musculação, por aumentar a eficiência do movimento. “Além de dar segurança na contração dos músculos abdominais e não acarretar grandes elevações na pressão arterial.”


Aliança familiar


A professora Danielle, por ser assídua em atividades físicas, sempre incentivou o filho, o estudante Iago Lins Sales, 22 anos, a se exercitasse também. Ela conta que, após a maternidade, ficou um tempo ociosa e voltou, gradualmente, aos treinos. Para introduzir Iago no universo das atividades físicas, ela conta que houve um pouco de insistência. “Fui atraindo aos poucos, com muita paciência de mãe.”

Hoje, praticam juntos e vão à academia pelo menos quatro vezes por semana. Para Iago, ter a mãe como parceira de atividades físicas é muito gratificante. Ele conta que não gosta de praticar sozinho e que ambos dão força na hora que bate aquela preguiça. “É bem legal fazer essas atividades com ela. É um tempo a mais que podemos estar juntos.”
 
(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)


Na questão da respiração, Iago reforça o quanto isso é importante, principalmente, durante as corridas de que participa, em competições de rua. Ele conta que puxa o ar duas vezes pelo nariz e solta uma vez pela boca. “Acho que ajuda a manter o ritmo da corrida e diminui o cansaço.” Além disso, o rapaz aconselha respirar sempre pelo nariz porque, pela boca, dá uma sensação de ardor na garganta e pode diminuir o rendimento do exercício.

Conselho médico

  • Antes de tomar a decisão de iniciar qualquer atividade física, o médico José Wilson Ribas aconselha a buscar auxílio médico. Para avaliar o corpo, é importante fazer exames laboratoriais e teste de ergoespirometria — o teste ergométrico convencional, com a análise do ar expirado pelo paciente, serve para especificar medidas diretas de parâmetros respiratórios, como consumo de oxigênio, produção de gás carbônico, frequência respiratória e ventilação pulmonar. Com esses dados, é possível orientar os praticantes sobre os exercícios adequados e os limiares cardíacos que podem chegar em cada modalidade esportiva. “Sempre é importante lembrar que pessoas idosas e obesas precisam de um cuidado maior, devido à degradação articular e à sobrecarga em articulações, simultaneamente. Por normalmente serem mais limitadas, elas devem iniciar de forma progressiva para, assim, poderem melhorar a capacidade de respiração, o condicionamento metabólico e para que não desistam da prática por algum trauma.”

Fisiologia

O médico José Wilson Ribas explica sobre a importância da respiração e as consequências se realizada de forma errada. Confira:
  • A respiração nos treinos influencia na melhoria da saúde e na manutenção do praticante durante o exercício.
  • Ao demandar ventilação mais acelerada durante o exercício, o corpo pode entrar em colapso se não satisfeito.
  • Um dos primeiros sintomas é a cabeça latejante por causa do aumento da pressão arterial e do esforço do coração.
  • A deficiência de ar reduz a capacidade de oxigenar os músculos e gera um desconforto que pode resultar em perda de consciência.
  • Em atividades como corrida, a dor na região abdominal é a mais característica, mas a respiração inadequada pode causar náusea e levar o praticante a abandonar a atividade antes da hora.
 
*Estagiário sob supervisão de Sibele Negromonte 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade