Publicidade

Correio Braziliense CASA

Aconchegante frescor: como usar água nos ambientes

Incorporar a água em projetos de decoração pode ser uma opção bonita e funcional, principalmente nos dias secos


postado em 28/10/2018 08:00


%u201CEu, particularmente, gosto muito do uso do espelho d%u2019água, pois me passa uma sensação relaxante e agradável. Muitos clientes também estão procurando%u201D, comenta Fábio Camargo (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )
%u201CEu, particularmente, gosto muito do uso do espelho d%u2019água, pois me passa uma sensação relaxante e agradável. Muitos clientes também estão procurando%u201D, comenta Fábio Camargo (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )
A água, elemento essencial para a vida, está presente de diversas maneiras no cotidiano das pessoas. Na decoração, não é diferente. Ela pode ser incorporada de várias formas no ambiente, com a finalidade de transmitir sensações de tranquilidade, relaxamento e aconchego. Famosos em Brasília, os espelhos d’água, um dos símbolos do modernismo, são uma boa pedida. Nos vários projetos de Oscar Niemeyer, eles eram utilizados no paisagismo e no design de interiores.
%u201COs melhores ambientes para o espelho d%u2019água são em salas ou livings%u201D, sugere a arquiteta Valéria Gontijo, que projetou o Living Gourmet (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )
%u201COs melhores ambientes para o espelho d%u2019água são em salas ou livings%u201D, sugere a arquiteta Valéria Gontijo, que projetou o Living Gourmet (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )

No ambiente assinado para a CasaCor Brasília 2018, o Living Gourmet CasaPark, a arquiteta Valéria Gontijo explora o espelho d’água para criar a sensação de continuidade com a varanda. “O espelho d’água dentro de casa pode ser usado para separar ambientes também. No nosso caso, queríamos integrar a varanda com o living”, explica. Dentro de casa, o espelho d’água, além de ajudar com a umidade em tempos de seca, aproxima a natureza do ambiente interno.
O aquário pode ser usado em qualquer ambiente e das mais diversas maneiras. Aqui, o arquiteto André Alf optou por incorporá-lo ao balcão principal (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )
O aquário pode ser usado em qualquer ambiente e das mais diversas maneiras. Aqui, o arquiteto André Alf optou por incorporá-lo ao balcão principal (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )

Nos jardins, eles são clássicos modernos. O paisagista Fábio Camargo optou por um longo espelho d’água no Jardim das Sensações, projeto também na CasaCor Brasília 2018. A ideia era, justamente, transmitir vários sentimentos em um único espaço. “A água traz uma sensação de calma e relaxamento. Todo mundo gosta do barulho de água correndo”, comenta. O jardim conta ainda com perfume e fogo. Sobre os cuidados exigidos, Fábio garante que não há mistério: um bom sistema de filtragem de água é o essencial.
No Jardim das Sensações, espaço projetado por Fábio Camargo, o espelho d%u2019água foi utilizado para trazer a sensação de calma e tranquilidade (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )
No Jardim das Sensações, espaço projetado por Fábio Camargo, o espelho d%u2019água foi utilizado para trazer a sensação de calma e tranquilidade (foto: Jomar Bragança/Divulgação. )

No ambiente Box 26, da Alf Arquitetura, o elemento aparece de outra maneira. Um aquário de água salina foi incorporado no balcão principal do espaço. Segundo o arquiteto André Alf, um dos objetivos principais era criar interação dos visitantes com o local. “O aquário humaniza o ambiente e proporciona interação com as pessoas”, resume.

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade