Publicidade

Correio Braziliense

Diversidade molda primeiro dia de desfiles do Minas Trend

Marcas mineiras dividiram espaço com grupo de estilistas alagoanos que trouxeram a cultura da região para as passarelas


postado em 30/10/2018 22:53 / atualizado em 31/10/2018 13:25

(foto: Agência Fotosite)
(foto: Agência Fotosite)
 
Belo Horizonte — O primeiro dia de desfiles do 23º Minas Trend apostou em diversidade e identidade. Dialogando com a proposta mais inclusiva do evento, o line-up foi marcado por desfiles multimarcas. As coleções de diversos estilistas agradaram quem compareceu ao Expominas, em Belo Horizonte, na noite da última segunda-feira (29/10). Trendbijoux, by Sindijoias e Alagoas, grupo de 12 marcas alagoanas, e o estilista Victor Dzenk apresentaram as coleções para o outono/inverno 2019. 
 

Maximalismo 

(foto: Agência Fotosite)
(foto: Agência Fotosite)
Os acessórios estão ganhando cada vez mais destaque na produção, e a tendência é que eles apareçam cada vez maiores. No desfile que abriu o line-up do 23º Minas Trend, o Trendbjoux by Sindijoias apresentou coleções cheias de brilho, com acessórios trabalhados que prometem ser protagonistas nos looks de inverno. Sem medo de ousar, vale apostar em peças maximalistas para complementar os looks. Os acessórios de cabeça também estão em alta. Brincos, colares, pulseiras, anéis, vale tudo!

Para o desfile, o tema escolhido foi “o convite à viagem”, inspirado no poema de Charles Baudelaire. A intenção foi levar o público a uma jornada pelas histórias de cada marca, assim como mostrar que a união do segmento faz a força. Dentre os associados, foram selecionadas as seguintes marcas que apresentaram uma visão plural da relevante produção no setor: Atelier Chilaze, Camila Klein, Hector Albertazzi, Letícia Sarabia, Palone Design e SD por Sheila Morais.
 

Cultura alagoana 

(foto: Agência Fotosite)
(foto: Agência Fotosite)
Pela primeira vez no line-up do evento, um grupo de 12 marcas alagoanas mostrou a beleza e diversidade tradicional da cultura do estado. A cartela de cores em tons terrosos representa um dia em meio às belezas naturais da região, que moldam as apostas para os looks de inverno. Os destaques são as produções em off-white e os acessórios de palha — sucesso do verão que, para o inverno, dialoga com o frescor e tradicionalidade regionais. 

Alana Tenório, Aquas BeachWear, Ateliê Criar, Caleidoscópio, Carol Paz, Endy Mesquita, Leila Monteiro, Maneka, Manu Mortari, Nathália Amaral, Sandra Cavalcante e Estúdio Monteferro representam o segundo estado, depois de Minas Gerais, com maior número de participantes na feira de negócios do Minas Trend. 
 

Raízes luso-brasileiras 

(foto: Agência Fotosite)
(foto: Agência Fotosite)
O encerramento do primeiro dia ficou por conta do estilista mineiro Victor Dzenk. A coleção Algarve se inspira nas raízes brasileiras e utilizou como tema Portugal para compor as estampas e releituras da cultura. O DNA da marca, representado pelas estampas, ganha roupagem floral e o charme ficou por conta dos shapes de inverno. 

O estilista também apostou em fendas e decotes para compor modelagens de alfaiataria. A cartela de cores foi tomada por tons vibrantes  — vermelho, cinza chumbo, rosa e verde. A coleção abrange diferentes tecidos e o inverno sofre forte influência dos lenços, também em alta neste verão. 
 
*Estagiária sob supervisão de Anderson Costolli

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade