Publicidade

Correio Braziliense CASA

Nichos trazem beleza e funcionalidade para a decoração

Além de levarem sofisticação ao ambiente, eles podem ser a solução ideal para resolver problemas de espaço e até estruturais


postado em 18/11/2018 08:00 / atualizado em 17/11/2018 22:02

Nesse projeto, Bárbara Jalles substituiu um armário fechado pelos nichos. Usado como espaço para exposição de itens decorativos, também funciona para camuflar o ar-condicionado na sala.(foto: Barbara Jalles/Divulgação)
Nesse projeto, Bárbara Jalles substituiu um armário fechado pelos nichos. Usado como espaço para exposição de itens decorativos, também funciona para camuflar o ar-condicionado na sala. (foto: Barbara Jalles/Divulgação)
Na decoração e na arquitetura, qualquer cantinho é válido para otimizar o espaço e criar um ambiente que seja funcional e bonito. E um dos itens que se encaixa perfeitamente na hora desse aproveitamento é o nicho. Ele pode vir em todos os formatos — quadrado, retangular, redondo — e seguir a linha embutida ou proeminente.

A arquiteta Thaís Rodrigues acrescenta que os nichos podem ser trabalhados também em diversas texturas. A profissional gosta, por exemplo, de incorporá-los à estante. “Ele acrescenta fluidez, e a marcenaria não fica tão rígida como nos armários fechados.”

Thaís explica que não há limitação quanto ao uso do nicho em todos os espaços da casa. É necessário adaptar o elemento a cada ambiente, incluindo o modelo, o design e o material a ser utilizado.

Nos banheiros, ele pode estar dentro do box — geralmente embutido e em mármore, granito ou porcelanato. Além de ser uma solução para áreas pequenas, que não têm espaço para estantes para pôr xampus e itens de banho, leva sofisticação ao ambiente. “O banheiro fica mais clean, ele traz harmonia para o espaço, além de ser prático”, acrescenta Thaís.

O nicho pode aparecer também abaixo dos espelhos, como espaço para enfeites ou iluminação, e também como parte integrante dos armários.

No projeto Ilhas do Lago, de Roberto Carril, os nichos assumem função de divisória e de estante, deixando o espaço moderno e divertido.(foto: Nicolau El-moor/Divulgação)
No projeto Ilhas do Lago, de Roberto Carril, os nichos assumem função de divisória e de estante, deixando o espaço moderno e divertido. (foto: Nicolau El-moor/Divulgação)
Além de funcional, o nicho pode se tornar um ponto de destaque no ambiente. Em formatos arrojados, serve de divisão entre uma sala e outra ou como uma “parede” vazada com diversas obras de arte. “Eles trazem beleza por si só e podem ter iluminação especial, acrescentando ainda mais sofisticação”, afirma a arquiteta Márcia Kosinski, do Attrium Arquitetura.

Entusiasta dos nichos, Márcia acrescenta que ele é sempre bem-vindo em tudo. “Além de ter uma característica estética muito bacana, pode ter mil objetivos.” Ela conta que, enquanto alguns projetos já incluem o nicho em sua concepção, em muitos casos, ele pode surgir como a solução de problemas de espaço. “Ele resolve encrencas, não só de espaço, mas também estruturais. São excelentes para situações inusitadas.”

Em casos de reforma, ao quebrar paredes, muitas vezes, são encontrados pilares estruturais em que não é possível mexer. Em situações assim, uma parede de nichos permite que seja criado um ambiente aberto, sem prejudicar a integridade da fundação.


Infinitas possibilidades


Em Brasília, as quitinetes e os apartamentos com medidas reduzidas são ideais para o uso dos nichos embutidos. Criando vãos na alvenaria ou no dry wall, o ambiente ganha mais espaço, tanto para a decoração quanto para o armazenamento de objetos.

Eles podem ser feitos ao lado de sofás, perto das laterais da cama e em halls de entrada. Assumem funções de pequenas mesas de centro e de criados-mudos, suprimindo a necessidade de um móvel que ocuparia espaço demais.

Como estão presentes em qualquer ambiente — salas, quartos, cozinhas, banheiros, varandas —, os nichos podem ser feitos em variados materiais. Segundo as arquitetas, as limitações incluem apenas os espaços molhados, como os boxes de banheiro e as áreas externas expostas a chuvas. Nesses casos, os materiais precisam ser impermeáveis e resistentes à água. Já em locais secos, porém úmidos, deve-se evitar madeira e produtos que possam mofar.

Além disso, deve-se considerar a função do nicho. Os que servirem como armazenamento devem ser de materiais que resistam ao peso previsto. No caso de nichos que guardam livros, por exemplo, precisam ser resistentes. Levando em consideração o espaço e a função, o mármore, o porcelanato, o vidro, o gesso, a madeira, o MDF, entre outros, todos podem servir de matéria-prima.
 
No apartamento projetado pela arquiteta Bárbara Jalles, o nicho aparece em material reforçado, servindo como elemento de decoração e, ao mesmo tempo, como estante de livros(foto: Barbara Jalles/Divulgação)
No apartamento projetado pela arquiteta Bárbara Jalles, o nicho aparece em material reforçado, servindo como elemento de decoração e, ao mesmo tempo, como estante de livros (foto: Barbara Jalles/Divulgação)
 
Nesse projeto do Attrium Arquitetura, o nicho aparece na base da escada como uma forma de aproveitar o espaço apenas para fins decorativos. O nicho assume aspecto de escultura e confere elegância.(foto: Edgard Cesar/Divulgação)
Nesse projeto do Attrium Arquitetura, o nicho aparece na base da escada como uma forma de aproveitar o espaço apenas para fins decorativos. O nicho assume aspecto de escultura e confere elegância. (foto: Edgard Cesar/Divulgação)
 
O banheiro projetado por Thaís Rodrigues tinha um conceito de %u201Cspa%u201D. O nicho dentro do box é uma forma de poupar espaço e aumentar a durabilidade, uma vez que não existe o risco de bater e quebrar, como nas pequenas estantes de vidro tradicionais. Nesse caso, a fita de LED deu um ar ainda mais sofisticado.(foto: Paula Arante/Divulgacao)
O banheiro projetado por Thaís Rodrigues tinha um conceito de %u201Cspa%u201D. O nicho dentro do box é uma forma de poupar espaço e aumentar a durabilidade, uma vez que não existe o risco de bater e quebrar, como nas pequenas estantes de vidro tradicionais. Nesse caso, a fita de LED deu um ar ainda mais sofisticado. (foto: Paula Arante/Divulgacao)
 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade