Publicidade

Correio Braziliense ENCONTRO COM O CHEF

Sucesso de American Cookies foi de hobby a negócio

Casal transforma prazer em preparar e comer cookies em uma empresa bem-sucedida


postado em 06/01/2019 07:00 / atualizado em 04/01/2019 13:16

(foto: Sibele Negromonte/CB/D.A Press)
(foto: Sibele Negromonte/CB/D.A Press)

Francielle Faria Silva e o então namorado, Rafael Nogueira Macedo, estavam passeando por um shopping da cidade quando compraram um cookie. Eles nunca tinham provado o tradicional biscoito americano e se apaixonaram de cara pelo sabor. Ao chegarem em casa, procuraram receitas na internet para tentar reproduzir a iguaria.

 

“Achamos uma e fizemos. De cara, já ficou muito gostoso”, lembra Francielle. Daí por diante, preparar cookies virou uma espécie de hobby do casal. “Começamos, então, a desenvolver as nossas próprias receitas. E, na base dos experimentos e dos erros e acertos, produzimos alguns cookies deliciosos.”

 

Decidiram fazer daquilo um negócio. Em 2012, abriram um quiosque em um shopping de Águas Claras para vender a produção, mas o empreendimento não deu certo. Em seis meses, estavam passando o ponto adiante. “Não nos programamos, abrimos sem planejamento. Não tinha como dar certo”, admite Francielle.

 

No ano seguinte, Francielle e Rafael se casaram e seguiram a vida em seus respectivos empregos. Nas horas vagas, sempre preparavam cookies por lazer. Em 2015, um sonho fez a jornalista retomar os planos de transformar os biscoitos em negócio, só que em um novo formato. “Eu nem sou de acreditar nessas coisas, mas eu sonhei que vendíamos cookies congelados para as pessoas assarem em casa.”

 

O casal somou ao congelamento a ideia de rechear os biscoitos. “Pensamos: por que não abrasileirar os cookies? Desenvolvemos receitas com brigadeiro, Nutella, coco, leite Ninho. Hoje, são 14 recheios diferentes.” Por meio das redes sociais, começaram a divulgar a novidade: cookies congelados e recheados. Eles até começaram a receber encomendas, mas a receptividade não foi tão grande quanto a esperada.

Virada

Em agosto do ano passado, no entanto, o casal teve outra ideia que revolucionaria a vida deles para sempre. Procuraram um aplicativo de delivery para vender os produtos. Mas a empesa explicou que não comercializava comida congelada, apenas de consumo imediato. “Resolvemos, então, que assaríamos os cookies no momento do pedido, no forno de casa mesmo. Afinal, eles já estavam prontos e congelados. Se vendêssemos dois, três por semana, já estaríamos no lucro.”

 

No primeiro dia, o American Cookies, como batizaram o negócio, de cara, recebeu dois pedidos. “Enquanto Rafael saiu para levar a primeira encomenda, chegou outra. Corri para prepará-la e, para não atrasar, eu mesma saí para entregar”, conta Francielle. Daí em diante, os pedidos não pararam. “Como fomos a primeira empresa do aplicativo a oferecer apenas sobremesa, acho que chamou a atenção do público”, acredita.

 

Paralelamente, os dois começaram a investir no Instagram e nas vendas por WhatsApp. E o negócio só crescia. “Passávamos a madrugada preparando os cookies.” Em pouco tempo, a cozinha do apartamento, em Águas Claras, ficou pequena. Precisavam de um lugar maior — e exclusivo — para cozinhar e congelar os cookies. “Procuramos uma loja em Águas Claras, mas o aluguel estava muito caro. Conseguimos um ponto escondidinho no subsolo de um prédio comercial do Sudoeste dentro do nosso orçamento.”

 

Em junho de 2018, o American Cookies abriu as portas. Manteve as entregas por aplicativo e por rede social, mas começou a vender os biscoitos também no pequeno café. De início, funcionava de segunda a sábado. Hoje, abre, inclusive, aos domingos, tamanha a procura. “Vendemos 50% no delivery e 50% na loja”, calcula Francielle.

 

Os cookies mais procurados são, na ordem, o de recheio de Nutela, o red velvet — de brigadeiro de leite Ninho com biscoito vermelho — e o New York. “Uma cliente trouxe para nós um cookie da Levain Bakery, de Nova York, considerado o melhor cookie do mundo. Provamos e tentamos desenvolver uma receita parecida.” Assim surgiu um dos biscoitos preferidos dos clientes.

 

Experimentos, aliás, é a palavra de ordem de Francielle e Rafael. “Até chegarmos à receita perfeita, fazemos muitos testes, jogamos muita massa fora. É preciso entender a química dos ingredientes”, detalha. E eles estão sempre em busca de novidades. No Natal, por exemplo, fizeram uma edição limitada de um cookie. Alguns acabam entrando no cardápio fixo, caso do de churros.

 

Para este ano, o casal tem planos maiores. Contratou uma empresa de consultoria para traçar um plano de franquia da marca. “Já temos uma lista com 35 interessados em franquiar nossa marca. É gente de todo o Brasil.” Em fevereiro, devem abrir uma loja em Águas Claras apenas para retirada de encomendas. “Como nem sempre conseguimos entregar em Águas Claras, nosso público original, os moradores de lá têm reclamado muito.”

 

Francielle e Rafael não se arriscam a preparar outra coisa na cozinha a não ser cookies. Virou a especialidade do casal. “Pode ser que, futuramente, até façamos bolos, mas não há nada certo.” E assim uma brincadeira se tornou um negócio de sucesso e, o que é melhor, muito prazeroso.

Cookie duplo de chocolate e aveia

(foto: Sibele Negromonte/CB/D.A Press)
(foto: Sibele Negromonte/CB/D.A Press)

Ingredientes

1 xícara de chá de manteiga sem sal

1 xícara de chá de açúcar mascavo

1/2 xícara de açúcar cristal

2 ovos

1 colher de chá de extrato de baunilha

2 xícaras e ½ de farinha de trigo

1/2 xícara de farelo de aveia

1/2 xícara de cacau em pó 100%

1 colher de chá de fermento em pó

1/2 colher de bicarbonato de sódio

1 pitada de sal

1 xícara de chocolate meio amargo picado

1 xícara de chocolate branco picado

 

Modo de preparar

  • Bata na batedeira, em velocidade alta, a manteiga e o açúcar. Acrescente os ovos, a baunilha e, em seguida, o farelo de aveia. Continue batendo. Acrescente agora os ingredientes secos peneirados, a farinha, os pós brancos e o cacau. Bata todos os ingredientes agora em velocidade baixa até formar uma massa homogênea. Em seguida, misture os chocolates picados à mistura.
  • O ideal é deixar a massa descansar na geladeira por 1 hora aproximadamente. Depois, com a ajuda de uma colher de sopa ou boleador de sorvete, faça pequenas bolas, coloque em uma assadeira forrada com papel-manteiga ou tapete culinário de silicone e asse em forno preaquecido entre 12 a 17 minutos a uma temperatura de 190ºC. Cuide de deixar um espaço de aproximadamente 5cm, ou três dedos, entre um cookie e outro na assadeira.
  • Preste atenção para o cozimento. Os cookies parecerão com aspecto de moles ou crus. Mas, se a cozinha estiver cheirando a chocolate, é porque eles já estão prontos. Deixe os cookies descansarem um pouco na assadeira, depois deixe-os em uma grade para que esfriem e, em seguida, guarde-os numa vasilha com tampa.
  • A validade dos cookies é de cinco dias. Não é necessário guardar na geladeira.
  • A receita rende, em média, 32 unidades.

Serviço

American Cookies

CLSW 103, Bloco A, Loja 63, Subsolo

Telefone: 3579-5536

Instagram: @americancookiesbsb

Abre de segunda a sábado, das 12h às 22h30, e domingos e feriados, das 14h às 22h.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade