Publicidade

Correio Braziliense

O balanço da rede aconchega e seu estilo traz irreverência ao ambiente

Além de decorativas, as redes transformam o ambiente em um refúgio de calmaria e relaxamento. A peça só precisa estar em harmonia com o estilo da casa e do morador


postado em 03/02/2019 08:00 / atualizado em 31/01/2019 18:55

A designer Fabiana Visacro apostou nos elementos de madeira e instalou vasos com plantas na parede rosa, em um espaço de convivência ao ar livre. A rede em tom laranja deu ainda mais charme ao ambiente(foto: Henrique Queiroga/Divulgação)
A designer Fabiana Visacro apostou nos elementos de madeira e instalou vasos com plantas na parede rosa, em um espaço de convivência ao ar livre. A rede em tom laranja deu ainda mais charme ao ambiente (foto: Henrique Queiroga/Divulgação)

Elas são confortáveis e extremamente convidativas. Artesanais, carregam consigo uma parte da cultura brasileira e ainda contribuem para a decoração dos ambientes — sejam externos, sejam internos. A rede de balanço é uma forte tendência e está sendo cada vez mais utilizada por moradores que buscam levar a vibe praiana para dentro de casa.

A arquiteta Cris Paola confirma que transformar os ambientes residenciais em pequenos refúgios de lazer e de relax é crescente. “A rotina das pessoas está a cada dia mais agitada. Elas querem chegar a casa e serem transportadas para outro lugar”, justifica. A especialista garante que vale a pena investir na ideia e criar um verdadeiro cenário no ambiente. Vasos de plantas, deck de madeira, paredes de bambu e iluminação podem mudar rapidamente a proposta da varanda de um apartamento.

Para a arquiteta Fabiana Visacro, o papel da rede na decoração vai muito além de um mero adorno. Na opinião da profissional, ela revela o estilo de vida de seu proprietário. “Acredito que quem inclui uma rede em casa tem um jeito particular de viver. Imagino uma pessoa que encara a rotina de uma maneira mais contemplativa”, conclui.

Cantinho especial

Nesse projeto, a arquiteta Cris Paola quis criar um ambiente para o casal curtir o fim de semana relaxando e apreciando a vista da cidade. Para isso, investiu em vasos de plantas e mobiliário rústico(foto: Hamilton Penna/Divulgação)
Nesse projeto, a arquiteta Cris Paola quis criar um ambiente para o casal curtir o fim de semana relaxando e apreciando a vista da cidade. Para isso, investiu em vasos de plantas e mobiliário rústico (foto: Hamilton Penna/Divulgação)

Antes de pendurar o acessório, é importante ambientá-lo de maneira que faça parte do contexto do cômodo escolhido e ter o mínimo de área para que a rede possa executar o movimento pendular. Cris ressalta que nem sempre é possível instalar os ganchos em duas paredes, como em uma varanda com blindex, mas que isso não é um empecilho. “Já pendurei com um gancho no teto e desci uma corrente para deixar os dois lados na mesma altura”, esclarece.

Não existe uma regra para escolher o melhor lugar para instalar a rede, mas recomenda-se buscar um canto fora da circulação principal da casa para que seja possível desfrutá-la em paz e tirar uma soneca. Além disso, uma rede em um ponto muito movimentado pode acabar se transformando em um problema se o proprietário tiver que movê-la para se deslocar dentro de casa.

Apesar de defender a rede como um adereço que agrega conforto e beleza visual pelo trabalho artesanal, Cris Paola considera que peça fica mais integrada a espaços mais descolados, cleans e rústicos. Porém, caso o estilo mais clássico prevaleça na residência, e a ideia seja instalar a peça na varanda, por exemplo, basta que a decoração do ambiente harmonize com a rede.

Enquanto muitos se preocupam com o ambiente interno, Fabiana Visacro faz algumas observações importantes quanto ao lado externo. É primordial que o item esteja bem conservado e para isso é preciso cuidado. “A manutenção do tecido deve ser levada em consideração. Só o tecido náutico não se desgasta com exposição ao sol e à chuva”, acrescenta. O mais adequado é retirar a rede da área externa, quando não estiver em uso, para conservá-la.

Essa agradável varanda foi projetada pelo escritório Korman Arquitetos em uma casa em Canavieiras, no sul da Bahia. A rede de tom neutro complementa o estilo simples e praiano da residência(foto: Gui Morelli/Divulgação)
Essa agradável varanda foi projetada pelo escritório Korman Arquitetos em uma casa em Canavieiras, no sul da Bahia. A rede de tom neutro complementa o estilo simples e praiano da residência (foto: Gui Morelli/Divulgação)

Espaços pequenos também podem ter rede, basta que ela tenha distância mínima para balançar e que seja possível recolhê-la quando necessário. O modelo colorido se encaixou perfeitamente na sala com décor descolado e minimalista(foto: Pinterest/Reprodução)
Espaços pequenos também podem ter rede, basta que ela tenha distância mínima para balançar e que seja possível recolhê-la quando necessário. O modelo colorido se encaixou perfeitamente na sala com décor descolado e minimalista (foto: Pinterest/Reprodução)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade