Publicidade

Correio Braziliense ENCONTRO COM O CHEF

Conheça Lídia Nasser, a chef empreendedora

Aos 30 anos, jovem acumula no currículo cinco restaurantes, uma hamburgueria e uma confeitaria. Sem falar que é chef de mão cheia


postado em 10/03/2019 08:00

(foto: Barbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Barbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
 
Lídia Nasser lembra com orgulho como começou o primeiro empreendimento gastronômico. O ano era 2009 e ela tinha apenas 20 anos. Mas a pouca idade não a impediu que juntasse todas as economias e fosse atrás de um empréstimo bancário. Conseguiu um crédito, no então HSBC, no valor de R$ 50 mil — o suficiente para abrir um pequeno restaurante em Águas Claras.

Na verdade, o Empório Árabe era uma espécie de filial da casa criada pelos pais, quatro anos antes, na Praça do DI, em Taguatinga. Mas o novo empreendimento não era da família, só de Lídia. Um desafio e tanto, do qual a jovem tem mais é que se orgulhar mesmo. Passados quase 10 anos, ela é hoje dona de cinco restaurantes, uma hamburgueria e uma confeitaria. Tudo fruto de trabalho duro.

Filha de um descendente libanês e de uma mineira de Montes Claros, a jovem se encantou pela gastronomia quando foi trabalhar com o pai no Empório Árabe da Praça DI, ainda na adolescência. O patriarca atuava no ramo de cartório, mas, por insistência de amigos, decidiu montar o empreendimento. “No início, era apenas uma mercearia que vendia produtos árabes. Mas daí, começamos a produzir pastinhas, esfirras, quibes. E acabou virando um pequeno restaurante com 12 lugares”, relembra.

Trabalhavam apenas o pai, a mãe, ela e três funcionários. Os quitutes eram fruto dos ensinamentos da avó paterna, nascida no Líbano. Apesar de mineira, a mãe de Lídia acabou se tornando uma ótima cozinheira de iguarias árabes. Até hoje, ela produz a coalhada servida nos restaurantes da filha. A jovem também tomou gosto pelas panelas e teve algumas aulas com a avó.

Quando decidiu seguir carreira solo, Lídia levou com ela o melhor cozinheiro do pai. Sentia-se, assim, segura para tocar a casa de Águas Claras. Um ano depois, porém, uma tragédia quase fez a jovem desistir. O seu braço direito morreu em um acidente de moto. “Pensei em fechar o restaurante. Mas tinha 12 funcionários, não dava para voltar atrás”, conta. Lídia, então, assumiu a cozinha e tornou-se, na prática, definitivamente, chef de cozinha.

Expansão


Com espírito empreendedor, Lídia viu a oportunidade de ampliar o Empório Árabe quando uma loja vizinha vagou — hoje, ele tem capacidade para 180 pessoas. E não se contentou só com isso. Alguns anos depois, em 2013, com a desocupação de outra loja no mesmo bloco, a chef decidiu montar outro restaurante. Desta vez, uma pizzaria. Por quê? Simplesmente porque a chef ama pizza.

“Mas não é uma pizzaria comum, tem um toque sofisticado. As pessoas podem ouvir boa música ao vivo, tomar um vinho e, ainda assim, comer pizza”, explica. No Dolce Far Niente, também são servidas massas italianas. E, mais uma vez, a montagem do cardápio contou com a participação ativa da chef. As duas casas fizeram tanto sucesso em Águas Claras que ela decidiu abrir filiais na Asa Sul, que também funcionam lado a lado, na 215 Sul.

Quem disse que, depois de quatro restaurantes a pleno vapor, Lídia se aquietaria? Mais uma vez, ela contou com uma mãozinha do destino. Outro ponto comercial ficou vago ao lado do Empório e da Dolce Far Niente, em Águas Claras. Ela nem pensou duas vezes e tratou de ocupar o local. Agora, era vez de fazer uma viagem gastronômica até o Japão.

A escolha, admite, foi puramente mercadológica. “Fizemos uma pesquisa e vimos que faltava em Águas Claras um bom restaurante japonês que servisse à la carte. E tinha público para isso.” Surgia, assim, em 2017, o MaYuu Sushi. Com as três casas interligadas fisicamente, é possível se sentar em qualquer uma delas e pedir pratos das outras. “É comum vermos em uma mesma mesa uma pessoa comendo massa, outra esfirra e uma terceira, sushi”, diverte-se.

Faltava, agora, contemplar as crianças — não que, necessariamente, elas não comessem o que é servido nos três cardápios. Apaixonada pela Disney desde pequena, Lídia, então, decidiu abrir o Dólar Furado Burger quando, novamente, uma loja ficou vazia na vizinhança, no ano passado. Boa parte dos objetos decorativos foi comprada nos EUA antes mesmo da inauguração. Tem uma espécie de caverna do Star Wars, com direito a BB8 e stormtrooper; tem super-heróis, heroínas e princesas. Já os bichos de pelúcia que enfeitam o local são da coleção pessoal de Lídia, comprados nas três vezes em que a jovem esteve na Disney.

O cardápio é uma atração à parte para a criançada, com super-heróis e heroínas criados pelo próprio Dólar Furado. Tem ainda pão de hambúrguer verde, do Hulk, e rosa, das princesas — feitos com corantes naturais de couve e beterraba, respectivamente, em pães com fermentação natural. Mais uma viagem da chef e empresária. Desta vez, pelo mundo lúdico.

Em janeiro, mais uma loja vaga, mais um empreendimento de Lídia: a Delicatus, que oferece clássicos da confeitaria francesa, releituras com sabores brasileiros e receitas autorais. Com os cinco empreendimentos da jovem, a quadra, na Avenida das Castanheiras, praticamente virou um polo gastronômico capitaneado por ela. A chef garante que não há, pelo menos por enquanto, planos de expansão. É esperar para ver.

(foto: Thiago Bueno/Divulgação)
(foto: Thiago Bueno/Divulgação)

Capitão Caverna


Ingredientes
  • 160g de filé-mignon cortado em três bifes
  • 3 fatias de muçarela
  • 1 pão tipo baguete
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparar
  • Tempere os bifes com sal e pimenta conforme sua preferência.
  • Grelhe os três bifes e, quando estiverem quase finalizados, coloque uma fatia de muçarela por cima de cada bife. Espere o queijo derreter.
  • Para montar o sanduíche, adicione os três bifes, em fileira, dentro da baguete.

Serviço
Dólar Furado Burger
Villa Mall, Avenida das Castanheiras, 1060 — Águas Claras
Telefone: (61) 3451-4770

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade