Publicidade

Correio Braziliense BELEZA

Cronograma para o cabelo

Hidratar, nutrir e reconstruir. Os cuidados com os fios devem seguir etapas frequentes para mantê-los saudáveis e lindos


postado em 31/03/2019 08:00 / atualizado em 09/04/2019 14:40


 
Ana Paula Borges, de 24 anos, é adepta do cronograma capilar(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Ana Paula Borges, de 24 anos, é adepta do cronograma capilar (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Lavar os cabelos faz parte da rotina, mas muitas pessoas incrementam com cremes e tratamentos e transformam esse momento diário em autocuidado. Conservar os fios hidratados e saudáveis não precisa de procedimentos complexos e muitas idas ao salão. Com os cremes e as informações certas, é possível manter um cabelo estilo “comercial de xampu” em casa.

O cronograma capilar é um método para cuidar dos cabelos que envolve três procedimentos: hidratação, nutrição e reconstrução. A terapeuta capilar Letícia Lima, da clínica de dermatologia Juliana Piquet, explica a diferença entre os processos. “A hidratação capilar é a reposição de água e nutrientes essenciais e a nutrição, a de lipídios. A reconstrução repõe as proteínas, como a queratina”, detalha.

A cabeleireira Jaqueline Nascimento, do salão Renoir, faz e indica a rotina de cuidados para as clientes. “Cada cabelo tem sua necessidade. Se os fios têm mechas, indico fazer reconstrução duas vezes ao mês. Quando ele está mais seco, a nutrição é uma boa pedida. A hidratação pode ser feita regularmente.”

A dermatologista Natália Souza Medeiros explica que a melhor maneira de montar um cronograma que atenda às necessidades de cada cabeleira é pela consulta dermatológica. “Cabelos com química, por exemplo, precisam de outros cuidados. Os modelos prontos de cronograma que existem na internet nem sempre contemplam todos os fios”, esclarece a médica.

Ana Paula Borges, 24 anos, conta que o cuidado especial com as mechas faz parte da rotina há alguns anos. A bióloga diz que descobriu a técnica com a tia e, até hoje, as duas trocam dicas e produtos. “Faço ciclos mensais e sinto muita diferença na textura do cabelo”, garante.

Não existem contraindicações quanto ao cronograma capilar. É preciso apenas atenção com a frequência dos tratamentos. Segundo a terapeuta capilar Letícia Lima, hidratação demais pode deixar o couro cabeludo muito oleoso. Já Jaqueline Nascimento alerta que o procedimento de reconstrução deve ser feito uma vez ao mês, para não pesar os fios.
 

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte
Da esquerda para a direita, em cima: Trio Máscaras de Hidratação, Nutrição e Reconstrução da Lola Cosmetics (vendidas separadamente, preço sob consulta),Keune Care Queratin Smooth Mask (R$ 241,90), Tratamento Elseve (R$ 17,39), Máscara de Reconstrução Alfaparf (R$ 21),Máscara de Hidratação Alfaparf (R$ 21), Máscara Hidratante Inoar (preço sob consulta) (foto: Divulgação)
Da esquerda para a direita, em cima: Trio Máscaras de Hidratação, Nutrição e Reconstrução da Lola Cosmetics (vendidas separadamente, preço sob consulta),Keune Care Queratin Smooth Mask (R$ 241,90), Tratamento Elseve (R$ 17,39), Máscara de Reconstrução Alfaparf (R$ 21),Máscara de Hidratação Alfaparf (R$ 21), Máscara Hidratante Inoar (preço sob consulta) (foto: Divulgação)

Glossário

Hidratação: repõe a água dos fios. Pode ser feita com frequência. Procure máscaras com D-pantenol e aloe vera.
Nutrição: repõe os lipídios do cabelo. Também pode ser feita com frequência. Máscaras com óleos e manteigas vegetais são a melhor opção.
Umectação: efeito parecido com a nutrição, geralmente feito com óleos, como o de coco. A recomendação é deixar o produto por quatro horas nos cabelos e depois lavar, explica Jaqueline Nascimento.
Reconstrução: repõe as proteínas do cabelo. O ideal é fazer uma vez ao mês ou, em cabelos tingidos, duas vezes ao mês. Produtos com queratina e argan são os mais recomendados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade