Publicidade

Correio Braziliense CASA

Perto do fogo: aproveite o inverno para ter uma lareira em casa

Com a chegada das temperaturas mais baixas, que tal colocar uma lareira em casa? O artifício tem opções que cabem em todos os bolsos e atendem aos diversos tipos de público


postado em 24/06/2019 10:29 / atualizado em 24/06/2019 10:42

Quando as temperaturas caem, é natural correr para o aconchego do lar. Além de recorrer às bebidas quentes e às mantas, a decoração pode ser usada a seu favor. Lareiras são uma ótima alternativa para quem quer manter o ambiente quentinho e compartilhar momentos intimistas.

O elemento decorativo, antes considerado apenas sinônimo de requinte, hoje tem nuances de modernidade graças à vasta gama de tipos e possibilidades. A tradicional lareira à lenha divide admiradores com a lareira ecológica — que utiliza gel fluido como combustível — e a lareira a gás, que dispensa o uso de dutos de exaustão e é de fácil manuseio.

A arquiteta Karina Korn garante que existem opções para todos os tipos de públicos, inclusive para quem mora em cidades com temperaturas mais altas. “Pessoas que gostam de ambientes mais quentes amam de paixão a possibilidade de ter uma lareira, que é muito mais charmosa que um simples aquecedor. O público é vasto, tanto entre jovens quanto entre pessoas mais velhas”, descreve.

Casas menores também podem incluir o artifício. No entanto, a arquiteta Danielle Dantas sugere que a decoração conte com a ajuda de um especialista. “É importante um planejamento prévio para garantir a inclusão da lareira no leiaute do ambiente de forma adequada”, pondera.

Quando o assunto é manutenção e limpeza, a lareira não precisa ser sinônimo de bagunça. A arquiteta Cris Paola indica que a fonte de calor seja projetada com um reservatório que fica posicionado embaixo da lenha, para que, ao final da queima, o processo de retirada das cinzas seja mais fácil.

As alternativas a gás e elétricas, por não terem queima de madeira, têm manutenção mais simples. A preocupação quanto à primeira é direcionada aos bicos que produzem as chamas, que precisam de cuidados. Para a lareira elétrica, o fundamental é verificar se o sistema elétrico está em bom estado e supre a necessidade de energia para manter a lareira acesa.

Preocupação sustentável

As lareiras ecológicas não utilizam lenha nem eletricidade e mantêm o charme do elemento decorativo. O calor é proveniente de um gel em combustão, que não tem cheiro, não solta fumaça e não produz cinzas. Para quem não abre mão da tradicional lareira à lenha, a orientação é utilizar madeira de reflorestamento.

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte
 
O projeto de Cristiane Schiavoni tem uma paleta de tons sóbrios e bastante mármore. As lareiras combinam com diversos tipos de ambientes, tanto rústicos quanto elegantes, modernos e descontraídos.(foto: Carlos Piratininga/Divulgação)
O projeto de Cristiane Schiavoni tem uma paleta de tons sóbrios e bastante mármore. As lareiras combinam com diversos tipos de ambientes, tanto rústicos quanto elegantes, modernos e descontraídos. (foto: Carlos Piratininga/Divulgação)
A lareira ecológica é um ótimo artifício para otimizar espaços e garantir mais calor e aconchego ao ambiente. O projeto é de Karina Korn Arquitetura (foto: Edu Pozella/Divulgação)
A lareira ecológica é um ótimo artifício para otimizar espaços e garantir mais calor e aconchego ao ambiente. O projeto é de Karina Korn Arquitetura (foto: Edu Pozella/Divulgação)
A lareira a gel %u2014 para quem é ligado em sustentabilidade %u2014 é o ponto de destaque da sala de televisão, ambiente mais moderno e descontraído, projetado por Dantas & Passos Arquitetura.(foto: Maura Mello/Divulgação)
A lareira a gel %u2014 para quem é ligado em sustentabilidade %u2014 é o ponto de destaque da sala de televisão, ambiente mais moderno e descontraído, projetado por Dantas & Passos Arquitetura. (foto: Maura Mello/Divulgação)
Para conferir intimismo ao ambiente, a decoração mais rústica combina com a lareira de tijolo refratário, próprio para receber o calor da combustão. O projeto é do Studio Cris Paola(foto: Hamilton Penna/Divugalção)
Para conferir intimismo ao ambiente, a decoração mais rústica combina com a lareira de tijolo refratário, próprio para receber o calor da combustão. O projeto é do Studio Cris Paola (foto: Hamilton Penna/Divugalção)
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade