Publicidade

Correio Braziliense BELEZA

Tipos de hidratante para cuidar da pele nos dias secos

Vários produtos prometem repor a água e os nutrientes da cútis, principalmente neste período seco. Para ajudar na missão, especialistas revelam as diferenças entre os tipos de hidratante


postado em 16/07/2019 11:42 / atualizado em 16/07/2019 12:18


Hidratar a pele é uma máxima na rotina de beleza. Além de ingerir líquidos e investir em uma alimentação saudável — o que traz benefícios também a longo prazo —, é importante fazer hidratações mais profundas, no rosto e no corpo. Nos dias frios, então, a pele fica mais sujeita a ressecamento, descamação e vermelhidão. É uma ótima oportunidade para potencializar a ação dos cosméticos (há um universo deles!) e resgatar o viço.

Mas, antes de aplicar cremes e óleos, a pele precisa estar limpa. Para não deixar a sensação de repuxada, a dica é usar uma loção de limpeza menos agressiva e dar preferência às versões líquidas com ativos hidratantes. Se comparados aos sabonetes em barra, os líquidos removem menos lipídios da pele — moléculas essenciais porque retêm água e garantem a integridade da tez.

A médica Sylvia Ypiranga, assessora do Departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), recomenda ter sempre à mão algum tipo de hidratante. Eles devem ser aplicados com movimentos circulares, massageando a pele para melhor absorção. Corpo e rosto pedem produtos diferentes porque a pele do rosto é mais oleosa que a do restante do corpo. “São necessárias versões umectantes e com mais gordura na fórmula para cuidar das pernas, do abdômen e dos braços. Por outro lado, nas costas e no rosto, o ideal é escolher produtos menos gordurosos ou que sejam oil free.”

Hidratantes em gel, loções e séruns são à base de água. Pela leveza, tornam-se ideais para peles normais a oleosas e para regiões delicadas do corpo. E quer praticidade? Esses hidratantes secam rapidamente. Dá para aplicar no rosto e, em seguida, já passar o filtro solar, sem precisar esperar.

Já cremes, manteigas e óleos são substâncias oclusivas — formam uma camada mais grossa na pele e impedem a evaporação. Perfeitas para peles maduras e secas.

Uma força a mais


Algumas áreas do corpo costumam precisar de um empurrãozinho a mais na hidratação. É o caso dos joelhos, cotovelos, pés e lábios, que são, naturalmente, mais ressecados. Para essas regiões, nem sempre um hidratante “normal” dá conta do recado. É aí que são indicadas as manteigas e os óleos de hidratação intensa — os mais densos e oleosos entre as opções hidratantes, como explica a dermatologista Natália Nery. A dica da profissional é aplicá-los à noite. Assim, eles agem profundamente por várias horas.

No mercado de cosméticos, as melhores opções misturam as várias classes de fórmulas, explica Natália. “As loções, mais leves, estão sendo misturadas a óleos, elementos oclusivos e mais pesados, que formam uma camada grossa na pele e evitam a evaporação. Essa combinação reforça a ação hidratante.”

Queridinhas na rotina de skincare, as máscaras faciais funcionam como complemento quando a tarefa é hidratar. Dá para investir em uma que esteja alinhada ao tratamento de hidratação. A dermatologista Lúcia Fernandes explica que a vantagem é que o produto oferece uma pele hidratada e bem cuidada em minutos, de uma só vez, porque atua de forma concentrada.

E, independentemente do tipo de pele, a hidratação não pode ser negligenciada. Sylvia aponta que cuidar dos lipídios, das ceramidas e dos fatores naturais de hidratação é para todos. Para quem tem a pele oleosa e é resistente à hidratação tópica por causa da sensação “grudenta”, fica o alerta: fazer uso dos cosméticos certos ajuda a regularizar a flora normal da pele, diminui a inflamação e a acne, se houver.

“É a esfoliação que retira células mortas da pele e possibilita, inclusive, que o hidratante penetre melhor. Por mais que os dias estejam secos, não significa que se deve pular etapas no cuidado com a pele.” A afirmação de Natália deixa claro que a esfoliação é etapa importante também para garantir uma cútis hidratada.

No entanto, quando o tempo está mais seco, vale moderar na frequência com que se esfolia a pele do rosto e do corpo, para não desgastar a camada de proteção da pele. A dermatologista sustenta que é interessante optar por esfoliantes sem ácidos, que combinem funções hidratantes, e realizar o procedimento uma vez na semana ou uma vez a cada 15 dias, no caso de sensibilidade.

Na hora do banho, a água não deve estar pelando. Alongar o tempo debaixo d’água também ajuda a ressecar a pele. E os sabonetes precisam ser usados com moderação: “Eles removem parte da camada de lipídios da pele, comprometendo a retenção de água e a maciez”, alerta Sylvia.

Uma boa notícia é que é possível repor a água da pele ainda no banho, sem sacrifício. Basta utilizar um hidratante que funcione no chuveiro. Mesmo assim, como o banho — principalmente quente — desidrata a pele, é muito importante que a aplicação de um bom hidratante seja feita logo após sair do chuveiro para compensar. Sabe aquele vaporzinho pós-banho? Ele ajuda na penetração do produto hidratante. Esse é o melhor momento para a hidratação da pele.

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte
 
 
Para o rosto

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Água de uva, da Caudalie —  200ml (R$ 89)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Loção de limpeza hidratante, da Cerave — 200ml (R$ 49,90) e 473ml (R$ 85,90)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Renew Smart Repair Máscara facial restauradora, da Avon (R$ 24,90)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Hidratante Facial Minéral89, da Vichy — 30ml (R$ 119,90) e 50ml (R$ 169,90)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Goma esfoliante facial Rochás, da Quintal Dermocosméticos (R$ 86)
 

Para o corpo

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Óleo Nutritivo Sephora Collection para corpo, rosto e cabelo, da Sephora (R$ 85) 

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Hidratante de Banho Flor de Lis, da Natura (R$ 31,90)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Cicaplast lábios La Roche-Posay (R$ 39,90)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Natura Ekos Polpa hidratante para mãos — 75g (R$ 35,50) e 40g (R$ 22,50)

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Manteiga Emoliente Granado — 60g (R$ 33,50)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade