Publicidade

Correio Braziliense DECORAçãO

Pedra sobre pedra: aprenda a adotar o material na decoração

Revestimentos no elemento natural são uma escolha versátil que funciona em decorações rústicas e contemporâneas. Nesta edição da CASACOR, diversos ambientes exploram essa potencialidade


postado em 22/09/2019 04:09 / atualizado em 25/09/2019 13:19

(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
As pedras são elementos naturais que expressam estabilidade e força. Porém, quando o assunto é decoração, optar por um revestimento feito com o material também pode trazer leveza e suavidade ao ambiente — tudo depende do tipo e da aplicação.

O revestimento é atemporal e engloba cores e texturas diferenciadas. Tal versatilidade garante o aspecto ímpar e permite que a escolha se encaixe em qualquer tipo de ornamentação, desde ambientes mais rústicos até os modernos. “Os tons claros harmonizam perfeitamente com madeiras claras e em um estilo mais contemporâneo. As escuras trazem sofisticação e rusticidade”, explica a arquiteta Gabriela Gontijo.

A opção atende muito bem quem busca uma decoração atemporal e com elementos naturais. E engana-se quem pensa que o revestimento se reduz aos ambientes externos. Dentro de casa, além da beleza e textura únicas, as pedras conferem um tratamento acústico singular. A orientação para valorizar ainda mais a excepcionalidade do revestimento é investir em iluminação artificial.

Quando usadas em ambientes internos, as pedras também são excelentes para manter o conforto térmico dos ambientes, mantendo-os sempre frescos. “É um dos melhores revestimentos para adegas, justamente por essas características. No uso externo, elas absorvem e propagam calor”, esclarece a arquiteta.

Como escolher

Gabriela Gontijo orienta que a escolha das pedras deve ser feita com base no tipo de utilização. Quando usadas no piso, elas demandam algumas orientações de segurança para evitar acidentes. Em paredes, o uso é liberado.

Pedras maiores conferem um ar mais rústico, enquanto as menores imprimem delicadeza aos ambientes. Sobre as cores, a orientação é quase instintiva — os tons mais claros remetem suavidade, enquanto os escuros são mais rústicos e requintados.

*Estagiária sob supervisão de Sibele Negromonte

Cuidados com a manutenção
Por conta da porosidade do material, a manutenção regular é indispensável: com o tempo, as pedras podem acumular sujeira. Pensando em diminuir os efeitos do acúmulo de detritos, a impermeabilização também é uma excelente medida. Para superfícies mais amplas revestidas, a máquina de água atende bem e limpa com profundidade.

Presença do Correio
Você também pode acompanhar pessoalmente ou pelas redes sociais do Correio Braziliense, toda quinta e sexta-feira, sempre às 19h30, talks e shows que ocorrerão no espaço Yard by Hidden, projetado pela Entrequadra Arquitetos. Além disso, poderá escolher os ambientes preferidos na mostra pelo www.correiobraziliense.com.br, no período de 23 de setembro a 14 de outubro. Os projetos mais bem votados serão premiados.

Serviço
Casa Cor Brasília 2019
Até 22 de outubro
De terça a sexta, das 15h às 22h, e sábados, domingos e feriados, das 12h às 22h
Ingressos: R$ 54 inteira e R$ 27 meia (para estudantes, professores e pessoas com 60 anos ou mais). Clientes BRB Card têm 30% de desconto e menores de 12 anos não pagam.

(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)

No Loft Essência, de Helaine Caloête, o revestimento de pedras deixou a parede do quarto mais sofisticada. Em ambientes internos, esse recurso traz um conforto térmico ao ambiente, deixando-o mais fresco.

(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)

No Estúdio Ark, o arquiteto Bruno Pessoa também explorou as pedras naturais e o formato gabião para separar o banheiro da área comum. Ele defende que a escolha dos pequenos quartzos verdes traz delicadeza ao produto. “Os elementos naturais, como as pedras, levam conforto e diferencial estético ao ambiente. Um banheiro redondo com elementos da natureza é mais aconchegante e proporciona um momento de relaxamento único”, explica.

(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)

O projeto Loft Gabro, de Guilherme Bussamra para a CasaCor 2019, explorou uma forma singular de adotar as pedras na decoração. A parede de gabião, artifício normalmente usado para barreiras de contenção, é feita de pedra em sua forma natural, ao contrário do tradicional modelo de revestimento. Para o arquiteto, a escolha conferiu personalidade e deixou o ambiente mais original e permeável. Ao contrário da parede tradicional, a divisória de pedras integra melhor os ambientes da casa e aproveita a luminosidade.
 
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)
(foto: Jomar Bragança/Divulgação)

As pedras no revestimento da parede (ao fundo) do Quarto Sossego, de Ângela Cambraia, ilustram bem a elegância que o elemento em versões pequenas e claras pode trazer ao ambiente. Em uma pegada mais casa de praia e um quê de decoração vintage, as pedras demonstram ainda mais versatilidade.
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade