Publicidade

Correio Braziliense

Hora de brincar! Confira dicas para ter uma brinquedoteca em casa

Especialistas dão dicas de como criar uma brinquedoteca em casa


postado em 16/04/2020 09:00 / atualizado em 15/04/2020 15:21

(foto: Danilo Costa/Divulgação)
(foto: Danilo Costa/Divulgação)
Com a quarentena sugerida pela Organização Mundial da Saúde, por causa da Covid-19 (novo coronavírus), muitos pais, mães e responsáveis não sabem como entreter as crianças em casa. Uma das opções a que podem recorrer, é criar uma brinquedoteca. A arquiteta Cristiane Schiavoni, graduada pela Universidade de São Paulo (FAU-USP), explica que a primeira coisa em que se deve pensar é na idade. “Se for uma criança que já tem mais independência, ou seja, um pouco maior, consegue-se pensar em espaços com mais elementos”. diz. Mas, se for pequena?     

“Ela precisa de um lugar que tenha espaço. Então afaste os móveis e deixe um local livre para que ela desenvolva atividades, principalmente, em que não tenha risco de se machucar”, orienta. A dica de Cristiane é usar um tapete confortável, afastar a mesa de centro e deixar o local para que criança possa dançar, brincar e fazer outras atividades. 

Para a arquiteta Karina Korn, qualquer ambiente da casa pode se transformar em uma brinquedoteca. “Delimite o espaço, por exemplo, com um piso de borracha de montar. Pode ser uma maneira de setorização para que a criança entenda qual o ambiente para brincar”, diz. 

A sugestão dela, graduada em arquitetura e urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, é que você coloque uma mesinha de atividades de plástico com cadeirinhas, um pequeno aparador para guardar brinquedos, para delimitar o espaço. 

Mas há quem se incomode com a bagunça. “Então, nesse caso, deixar os brinquedos das crianças mais à mão delas, independentemente de onde for, também faz com que a casa tenha um atrativo”, afirma Karina. “Principalmente nesta época em que estamos vivendo, em que não queremos falar muito ‘não’.”

Riscos

Sempre existe risco para a criançada em qualquer cômodo da casa. A arquiteta Cristiane Schiavoni alerta que a preocupação que pais e mães ou responsáveis devem ter é com objetos que podem machucá-las. “Sem quinas pontiagudas e vidros no local, pois é sempre importante evitar qualquer acidente”, orienta. 

Segundo a arquiteta Karina Korn, tapetes que deslizam necessitam de atenção. “Eu ensinei aos meus filhos que existem lugares em que não devem mexer, que podem machucar, quebrar... dessa maneira eles aprenderam a não mexer, caso não seja permitido”, conta. Contudo, de acordo com ela, é extremamente importante ter a opção de quinas arredondadas e sempre olhar para o mobiliário e avaliar o que pode causar problema.

Escolha com elas

Além de um tapete aconchegante, vale deixar um baú na sala para que a própria criança possa organizar os brinquedos e tenha autonomia para brincar e guardá-los;

Que tal usar a cor a seu favor? A cor ativa a criatividade das crianças. Por isso, invista em objetos e tapetes de borracha coloridos, deixando todos os brinquedos à mão, para que a criança tenha autonomia para pegá-los;

Brincadeiras diversas: jogos de tabuleiro, jogos de montar, desenhos para colorir, brincadeiras com os pais e irmãos... tudo para que a criança passe por este período crítico sem maiores traumas. Agora é a hora de união da família, aprender a dividir espaço, cuidar um do outro, e a criança pode e deve ser inserida nisso. 

Fonte: Arquitetas Karina Korn e Cristiane Schiavoni.

Como deixar a criançada feliz:

Lembre-se de escolher mobílias plásticas e com quinas arredondadas para não haver acidentes;

Revestimentos perfeitos para brinquedotecas são os pisos de E.V.A e os gramados sintéticos;

Você pode optar por um puff que também seja baú e sirva para guardar tanto objetos quanto os brinquedos da área;

Use a área vertical do espaço de forma útil, por exemplo, distribuindo muitos nichos e prateleiras e transformando a própria parede em um enorme quadro negro apenas pintando-as de tinta escura e fosca.

Veja qual local da sua casa tem mais espaço para montar uma brinquedoteca infantil. Caso você tenha um quarto sobrando, use. Fica muito mais prático para organizar. Em casa pequena, que o espaço é mais limitado, vale a pena fazer a brinquedoteca no próprio quarto infantil, ou numa parte da sala de estar. Ambas as opções funcionam.

Objetos e móveis que podem ser usados:

* Estantes;
* Caixas organizadoras;
* Conjunto de mesa e cadeiras para atividades;
* Prateleiras para livros;
* Tapete emborrachado;
* Almofadas, puffs ou poltronas;
* Elementos decorativos e criativos, como ursos de pelúcia e lousas.

Fonte: Playgrama, empresa que trabalha com a grama sintética, e Duran Decor, empresa especializada em projetos de fabricação de móveis sob medida para residências, comércios, e para o ramo corporativo.
 
 *Estagiária sob supervisão de Taís Braga



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade