Publicidade

Correio Braziliense

"Ode à minha cidade bem amada!", por Maria Paula

Voltei a morar em Brasília por amor à minha cidade, aos meus pais, aos meus amigos, aos pais dos meus amigos... e sei que fiz a escolha certa


postado em 21/04/2020 18:00 / atualizado em 21/04/2020 18:19

(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
(foto: Maurenilson Freire/CB/D.A Press)
Sou uma Candanga legítima! Não só por ter tido a sorte de ter nascido em Brasília, mas pela forma como este fato definiu minha vida, minha carreira e minha personalidade!

Eu entrei na UnB com 16 anos e me formei em psicologia aos 21 anos (já em SP), me lancei na carreira artística ao entrar na MTV, fiquei muito tempo morando no Rio, mas assim que o Casseta e Planeta acabou, senti que era hora de voltar pra minha terra.

Voltei por amor à minha cidade, aos meus pais, aos meus amigos, aos pais dos meus amigos... e sei que fiz a escolha certa!

Ao concluir o mestrado em psicologia (de novo na UnB), percebi que minhas raízes estão mesmo fincadas nesta terra vermelha!

Eu sou uma pessoa muito séria, que acorda cedo e trabalha muito... e essas características me foram ensinados pelos verdadeiros moradores de Brasília! Pioneiros como meu pai e os seus amigos! Tive grandes mestres na capital e me orgulho de seguir o exemplo deles.

Quando alguém fala de Brasília como se fosse um antro de corruptos, fico triste, pois sei que, para além destes forasteiros que vivem de terça a quinta na capital e denigrem sua imagem, existe um povo honesto e trabalhador, que hoje comemora comigo os 60 anos da nossa cidade!

Sinto imensa gratidão a JK e sua trup visionária!

Parabéns, Brasília, sua linda!

E que o destino lhe conserve sempre assim: dona do céu mais lindo e colorido, das noites mais agradáveis, dos Ipês mais floridos, dos murais de Athos Bulcão mais fenomenais, das curvas mais belas de Niemeyer, do mais incrível lago artificial, o nosso amado Paranoá!

Havia planejado muitas comemorações que fizessem jus à sua data, mas o danado do vírus chegou e deixou todo mundo de quarentena!

De qualquer forma, meu coração está em festa comemorando o seu aniversário, mesmo quietinha em casa! Meu recolhimento se traduz em reflexão profunda e sinto que todos nós, habitantes da capital mais linda do mundo, cada um da sua forma, está honrando fazer parte da sua história!

Que os tempos que estão por vir lhe garantam o lugar da capital da paz mundial!


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade